(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

Debate entre candidatos a presidente da OAB na 3ª

Publicados

Brasil, mostra tua cara


João Ricardo Vaucher, Ulysses Moraes e Fernanda Thomaz Mendes, do grupo Oab Jovem e Independente


Debate entre os candidatos a presidente da OAB

por Ulysses L. Moraes[email protected]
As eleições são de fundamental importância, pois além de representarem um direito do advogado, possibilitam a escolha dos representantes da classe, tomadores de decisões que interferem diretamente em nossas vidas. Escolher um péssimo representante, sem dúvidas, acarreta uma queda na qualidade da classe. Desta forma, precisamos dar mais valor a política e acompanharmos com atenção e critério tudo que ocorre em nossa Instituição.
É muito comum ouvirmos em nossa classe que as chapas são todas iguais e que o vo to é apenas uma de nossas obrigações. Muitos de nossos colegas não conhecem o poder do voto e o significado que esta eleição tem em sua profissão.
Infelizmente, uma das características das novas gerações é o descrédito com relação à política. A grande maioria dos jovens quase não mais se interessa pelo assunto, principalmente por que este vem quase sempre cercado de escândalos e um sem fim de atitudes antiéticas que causam repulsa.
Esse descrédito na política de modo geral se transfere para a política classista, aqui falando especificamente da advocacia. Os jovens não se interessam em conhecer a história ou as propostas dos candidatos, pois acreditam se tratar somente de “mais do mesmo”.
Contudo, acreditamos que a Jovem Advocacia deve buscar sua voz na entidade. Devemos aproveitar o momento eleitoral para discutir propostas e temas que nos afetem diretamente, como forma de reaproximar o jovem da política, e ver atendidas suas necessidades.
Acreditamos que a reflexão individual associada ao debate de ideias é a melhor forma de buscar o que de melhor se pode extrair deste período eleitoreiro, já que força, ainda que minimamente, todos os colegas a discutirem os problemas que enfrentamos diariamente, e buscar uma forma de solucioná-los.
Assim, no intuito de reascender a chama e a árdua luta pela democracia justa é que nós do Grupo OAB Jovem e Independente, apartidários, convidamos todos os  a participar do Debate entre os candidatos, no dia 30 de outubro, a partir das 19 horas, no Auditório Licínio Monteiro, da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso. (End: Av. André Antônio Maggi, n. 06, Centro Político Administrativo, CEP 78049-901, Cuiabá/MT).
Além da presença, contamos com o apoio de todos, com sugestões de temas que gostariam que fossem debatidos, para levantarmos as questões atinentes à nossa classe que merecem vigilância dos pré-candidatos.
Esclarecemos que os temas sugeridos serão sorteados e debatidos no segundo bloco. Contamos com a colaboração de todos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  ARQUITETO JOSÉ ANTONIO LEMOS E A REFORMA ELEITORAL: Enfim a montanha pariu! Não se esperava mais que um rato

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Vera Lúcia, do PSTU, registra de candidatura à Presidência no TSE

Publicados

em

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu ontem (6) o pedido de registro de candidatura da operária Vera Lúcia, do PSTU, à presidência da República. A candidata à vice-presidência é a indígena Raquel Tremembé.

No pedido de registro, Vera declarou depósito de R$ 8,8 mil em poupança como único item da lista de bens. De acordo com informações do site do TSE, ainda não houve cadastramento da lista de bens de Raquel.

A candidatura do PSTU não tem coligações e o partido não participa de nenhuma federação partidária.

Conforme proposta de governo enviada ao TSE, a chapa do PSTU defende uma “alternativa socialista à barbárie promovida pelo capitalismo”.

O pedido de registro de candidatura na Justiça Eleitoral é o primeiro passo para a oficialização dos nomes dos candidatos que foram aprovados nas convenções partidárias e pretendem concorrer às eleições de outubro.

Oficialmente, a campanha eleitoral, quando os candidatos podem efetivamente pedir votos e divulgar seus números, começa no dia 16 de agosto. O registro no TSE e nos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) deve ser feito até o dia 15 de agosto.

Leia Também:  VALTER POMAR PASSA A ORIENTAÇÃO: O caso de Delcídio Amaral, assim como os de André Vargas e Candido Vaccarezza, são sintomáticos da falta de critério, da falta de vigilância, da falta de limites, do oportunismo e do pragmatismo que predominam em certos setores do Partido dos Trabalhadores. Se quiser sobreviver ao cerco da direita, o PT não precisa apenas mudar de política, precisa também mudar de comportamento. O que significa, em casos como este, que precisamos depurar. Por tudo isto, o PT deve expulsar Delcídio Amaral

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Política Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA