Carlos Alberto é o sucessor de Agamenon Moreno na Amam

Carlos Alberto Rocha vai presidir a Associação Mato-grossense dos Magistrados até o ano de 2015

O desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, com apoio massivo de seus pares, vai assumir o comando daAssociação Mato-grossense de Magistrados (AMAM) para o biênio 2013-2015. A chapa “Compromisso com o magistrado”, encabeçada por Carlos Alberto, obteve no sábado (8) 202 votos, o que representou 96,65% dos votos válidos.

Também foram eleitos para a nova Diretoria Executiva os magistrados Tiago Souza N. de Abreu (1º vice-presidente), Rodrigo Roberto Curvo (2º vice-presidente), Luiz Octávio Oliveira Sabóia Ribeiro (1º secretário), Adriana Sant`Anna Coningham (2ª secretária), José Luiz Leite Lindote (1º tesoureiro) e Cristiane Padim da Silva (2ª tesoureira).

Além da Diretoria, os membros do Conselho Administrativo foram escolhidos no processo eleitoral. Os associados Agamenon Alcântara Moreno Júnior, Gilberto Giraldeli, José Mauro Bianchini Fernandes, Antônia Siqueira Gonçalves Rodrigues, Paulo Márcio Soares de Carvalho, Túlio Duailibi Alves Souza e Mirko Vincenzo Giannotte foram eleitos titulares, enquanto Francisco Alexandre Ferreira Mendes Neto, Márcio Aparecido Guedes, Alexandre Elias Filho, Wagner Plaza Machado Júnior e Valter Simioni serão suplentes.

A posse da nova Diretoria Executiva, bem como dos membros do Conselho Administrativo da AMAM, está prevista para o dia 01º de fevereiro de 2013.
Eleição – Apenas uma chapa disputou o pleito. A escolha ocorreu por meio de cédulas de papel que foram depositadas em urnas de lona. A medida foi adotada em virtude do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) não dispor de urnas eletrônicas parametrizadas para eleições extraoficiais. A cada associado ainda foi encaminhada uma cédula oficial impressa, assinada pelos membros da Comissão Eleitoral, conforme dita o artigo 34 do Estatuto Social da entidade, caso optasse pela votação via sobrecarta. Uma urna de lona específica foi destinada para essa modalidade de recepção de votos.

Todos os magistrados, inclusive os que atuam no interior, foram autorizados pelo corregedor-geral da Justiça em substituição legal, desembargador Orlando de Almeida Perri, a participar do pleito.

A Comissão Eleitoral responsável pela condução é formada pelos associados: Sebastião de Arruda Almeida (presidente) e Valmir Alaércio dos Santos (secretário), Onivaldo Budny (membro titular), Marilza Aparecida Vitório (membro suplente) e Rondon Bassil Dower Filho (membro suplente). Outros quatro magistrados desempenharam a função de escrutinadores neste sábado: Manoel Ribeiro Filho, Walter Tomaz da Costa, Jones Gattass Dias e Rosângela Maria Pedroso.

Fonte: Assessoria de Comunicação da AMAM | Pau e Prosa Comunicação

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

9 − quatro =