Campanhas em Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde serão as mais acirradas de MT

As campanhas eleitorais deste ano nos municípios de Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde prometem ser as mais caras em Mato Grosso e as mais acirradas, diante do poderio econômico dos candidatos que se colocaram à disposição do eleitor.

Além disso, os três embates eleitorais serão marcados pela polarização sempre entre dois candidatos competitivos.

Em Sinop, o prefeito Juarez Costa (PMDB) tenta a reeleição contra o ex-deputado estadual por dois mandatos Dilceu Dal’Bosco (DEM).

Em Lucas do Rio Verde, o ex-prefeito e ex-deputado estadual Otaviano Pivetta (PDT) disputa contra o empresário Rogério Ferrarin (PMDB)

Já em Sorrico são três candidaturas: o atual prefeito Chicão Bedin (PMDB), Dilceu Rossato (PR) e Conceição Missio – PSOL).

Em Sinop, os dois candidatos declaram como estimativa de gastos para campanha R$ 2 milhões cada. Em Lucas do Rio Verde, Pivetta fixou limite de gastos em R$ 2,5 milhões e Ferrarin de R$ 3 milhões.

Sorriso terá Rossato com maior previsão de gastos, com R$ 3 milhões. O prefeito à reeleição calcula R$ 1 milhão e Conceição Missio estima R$ 800 mil.

Sinop

Dos três municípios, Sinop é o de maior eleitorado e referência regional para Mato Grosso, politicamente. Mas as três cidades são de forte tradição agropecuária, com destaque para produção, produtividade e rentabilidade agrícola.

Em Sinop, a disputa pelo voto será definida “testa a testa”, com grupos políticos medindo forças. A oposição, capitaneada pelo deputado federal Nilson Leitão (PSDB), ganhou o reforço de Roberto Dorner (PSD) para enfrentar Juarez.

Um dos trunfos da oposição é a esposa de Nilson, a advogada Renata Leitão, que é candidata a vice e leva para a campanha a imagem do esposo. Dilceu e companhia também vão explorar ao máximo os problemas na saúde pública municipal.

Já o grupo de Juarez tenta fazer valer a força das políticas públicas do atual prefeito em obras, além de contar com o cabo eleitoral governador Silval Barbosa (PMDB) e explorar as figuras. da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula, ambos do PT, que faz parte do arco de alianças de Juarez.

Lucas do Rio Verde

O empresário e produtor rural Otaviano Pivetta tenta retornar ao poder em Lucas do Rio Verde, onde administrou entre 1996 e 2004. Seu poderio como líder do setor econômico que domina a cidade pôde ser visto na campanha a governador do atual candidato a prefeito de Cuiabá, o também empresário Mauro Mendes (PSB), quando concorreu a vice.

Naquela ocasião, Mauro ganhou no município graças à força das articulações empresariais e políticas de Pivetta. Lucas do Rio Verde foi um dos cinco municípios que Mauro ganhou em 2010, além da capital.

Sorriso

Na “Capital do Agronegócio” haverá uma revanche. O ex-prefeito Rossato fora derrotado em 2008 por Bedin e agora tenta dar o troco. Durante os três anos e meio de mandato, Chicão enfrentou forte oposição na Câmara, inclusive tendo contas reprovadas, e isso gerou enorme desgaste político. O peemedebista conta com apoio do deputado estadual José Domingos (PSD), enquanto que o republicano com o também deputado Mauro Savi (PR).

*Reportagem inicial do Olhar Direto, com redação e adição de informações do Tribunal Digital

Categorias:Plantão

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

1 × 3 =