CAMPANHA MAL COMEÇOU: Segundo Ibope, presidenta Dilma abriu larga vantagem no Rio de Janeiro. Força de Dilma é maior junto a eleitores com mais de 55 anos, grupo etário mais numeroso no eleitorado. Nessa faixa, no Rio, presidenta tem 43%, 26 pontos à frente de Aécio Neves, com 17%. Dilma tem mais força entre mais pobres, mas também ganha entre os que ganham acima de 5 salários, com Dilma com 31% contra Aécio 22%. Dilma também supera tucano em São Paulo. LEIA RELATÓRIO COMPLETO DA PESQUISA

Pesquisa Ibope mostra Dilma com 38 e Aécio com 22 – Relatório Completo by Enock Cavalcanti

 

 

 dilma abraçada pelo povo

As eleições presidenciais no Rio

A presidente Dilma Rouseff abriu uma larga vantagem no Rio de Janeiro.

Segundo o Ibope, Dilma tem 35% das intenções de voto no estado, 20 pontos a mais que o segundo colocado, Aécio Neves.

Eduardo Campos (5%), por sua vez, está quase sendo ultrapassado pelo Pastor Everaldo (4%).

Eu separei duas tabelas do Ibope para a gente analisar. Para ampliar, clique na imagem.

ScreenHunter_4424 Aug. 01 16.57


Os números mostram que a força de Dilma é maior junto ao eleitores com mais de 55 anos,  hoje o grupo etário mais numeroso no eleitorado nacional.  Nessa faixa, a presidenta tem 43% das intenções de voto, 26 pontos à frente de Aécio Neves, com 17%.

Aécio tem sua maior força junto ao eleitor com nível superior de escolaridade; mesmo aí, porém, ele fica 8 pontos atrás de Dilma Rousseff.

 

ScreenHunter_4423 Aug. 01 16.56


 

Na segmentação por renda, Dilma tem mais força entre os mais pobres. Junto ao eleitor com renda familiar até 2 salários, a petista marcou 38%,  quase 30 pontos à frente do segundo colocado, o tucano Aécio Neves.

Entretanto, mesmo entre as famílias fluminenses com renda superior a 5 salários, a preferência continua sendo por Dilma, que vence Aécio por 31 X 22.

*

A candidata é, de longe, a que possui o eleitorado mais nacional. Tanto Aécio como Campos são candidatos com força concentrada em suas regiões de origem. Aécio, em Minas, onde ele tem 41%, contra 31% de Dilma. Campos em Pernambuco, onde mesmo aí a presidenta apresenta pontuação superior: Dilma 41% X 37% Campos.

Aliás, mesmo na fortaleza tucana, São Paulo, Dilma inicia sua campanha à frente das pesquisas, com 30%, contra 25% de Aécio.

ScreenHunter_4422 Aug. 01 16.16

dilma-e-lula (1)

 

————-

O GLOBO, É CLARO, ACHOU UM JEITO DE FALAR DE REJEIÇÃO. NÃO SERIA O GLOBO SE NÃO FIZESSE ASSIM (EC)

Nos dois maiores colégios eleitorais, desafio de Dilma é vencer rejeição

Reprovação em Minas e no Rio é acima de 50%, e chega a 60% em São Paulo, aponta pesquisa Ibope

POR JULIANA CASTRO, no jornal O GLOBO

Infográfico mostra intenções de voto nos estados – O Globo

RIO — Candidata à reeleição pelo PT, a presidente Dilma Rousseff lidera as intenções de voto no Estado do Rio, o terceiro maior colégio eleitoral do país, com 20 pontos percentuais de vantagem sobre seu adversário do PSDB, Aécio Neves. Já em Minas Gerais, segunda unidade da Federação com mais eleitores, o tucano tem dez pontos percentuais a mais que a presidente. Mas, no estado com mais votantes, a disputa entre os dois está acirrada. Dilma e Aécio estão tecnicamente empatados em São Paulo. A pedra no caminho da presidente nos três principais colégios eleitorais é sua própria administração à frente do país. Mais da metade dos entrevistados pelas pesquisas Ibope em cada uma destas três unidades da Federação, divulgadas anteontem, desaprovam a maneira como Dilma está governando o Brasil.

Em São Paulo, Dilma aparece com 30% das intenções de voto contra 25% de Aécio. Como a margem de erro do Ibope é de três pontos percentuais nas pesquisas estaduais, os dois estão tecnicamente empatados. Em Minas, o tucano tem 41%, e a presidente, 31%. No Rio, um dos estados em que Dilma obteve a maior vantagem sobre José Serra (PSDB) em 2010, a presidente aparece com 35%, enquanto Aécio tem 15%.

SP, MG E RJ TÊM 41,6% DO ELEITORADO

O estado foi um dos que mais deram dor de cabeça para a presidente na pré-campanha. PT e PMDB, aliados nacionalmente, travaram uma queda de braço para defender as candidaturas ao governo do senador Lindbergh Farias e Luiz Fernando Pezão, respectivamente. A batalha terminou com a maior parte dos peemedebistas abraçando a campanha de Aécio e comandando o movimento “Aezão”, de apoio ao tucano e ao governador Pezão, que tenta a reeleição.

Dilma tem no Rio quatro palanques: além de Pezão e Lindbergh, é apoiada pelo deputado federal e ex-governador Anthony Garotinho (PR) e pelo senador Marcelo Crivella (PRB). Na semana passada, a presidente realizou sua primeira atividade de campanha no estado — e ao lado do governador, o que despertou a ira do candidato petista.

No Rio, Dilma atinge os maiores percentuais entre pessoas com mais de 55 anos e entre os que concluíram até a 4ª série (atual 5º ano) do ensino fundamental. Já Aécio tem melhor desempenho entre os eleitores de ensino superior e apresenta índices homogêneos nas diferentes idades. Juntos, São Paulo, Minas e Rio têm 41,6% do eleitorado nacional.

Terceiro colocado nas pesquisas, o candidato Eduardo Campos (PSB) tem 6% em São Paulo e 5% em Minas e Rio. Nos oito estados em que o Ibope fez levantamento de intenções de voto para a corrida estadual depois do início da campanha eleitoral e questionou os entrevistados também sobre a preferência para o cenário nacional, apenas em Pernambuco o socialista está em meio ao duelo entre Dilma e Aécio. No estado em que governou até abril deste ano, Campos aparece com 37%, enquanto a presidente tem 41%, o que configura empate técnico entre os dois no estado.

MAIOR DESAPROVAÇÃO EM SP

Desde que começou a campanha, no dia 6 de julho, o Ibope fez pesquisas sobre as intenções de voto para o governo estadual em São Paulo, Minas Gerais, Rio, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Ceará. No caso do Ceará, a pesquisa não foi divulgada na íntegra pelo instituto, e não é possível saber qual o percentual de cada um dos presidenciáveis. Quando faz a pesquisa para o governo e o Senado, o Ibope pergunta ao entrevistado em quem ele vota para presidente.

A maior desaprovação da maneira como Dilma administra o país está em São Paulo: 60%. No Rio, embora lidere entre os candidatos ao Palácio do Planalto, o modo de governar da presidente tem 54% de desaprovação. Em Minas Gerais, o percentual é de 51%. Nos estados em que o levantamento foi realizado, a maior aprovação de Dilma é na Bahia — 59% —, estado governado pelo petista Jaques Wagner. É nesta unidade da Federação que a presidente tem o maior percentual de intenção de votos: 48%.

VENCER NO SUDESTE NÃO BASTA

Cientista político e diretor do Instituto de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense (UFF), Eurico Figueiredo disse que o cenário está, neste momento, desfavorável à presidente, mas que ela tem o maior trunfo entre os candidatos: o ex-presidente Lula.

— Seja como for, esse quadro de hoje, que não é favorável, poderá mudar se o ex-presidente Lula se engajar. Agora, não sabemos até que ponto ele entrará na campanha — afirmou.

Segundo Figueiredo, mesmo com o embate desenhado no Sudeste, os presidenciáveis não deixarão de lado o Nordeste:

— O decisivo, em geral, é a união do Sudeste com o Nordeste. Essa é uma tradição da política brasileira que não mudou.

—————-

 

 

 

 

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.39.9 - Responder

    O Globo Enock,é o veiculo que mais informa as maracutaias do PT em todas as instâncias de Governo.Por isso o seu ódio! Aliás,maracutaias do PT,PMDB,PSDB,DEM,PR,só por isso, vce deveria ao menos respeita-lo,pois senão a vida roubada do brasileiro seria muito pior.Quanto ao seu Blog,que provavelmente é mantido e financiado pelo Governo ou por pessoas ligadas ao mesmo,,deveria ter a obrigação de publicar a lista dos seus apoiadores financeiros pois só assim o seu publico, que foi enganado no princípio pela sua coragem, saberia,quem é você,e a quem vce serve!

  2. - IP 186.226.46.76 - Responder

    nao voto em dilma porque nai vi avanço na educaçao o bolsa familia se tornou vitalicio. concordo que pessoas com dificuldade precisam ser ajudadas mas precisam ser preparadas para ir ao mercado de trabalho e ganhar o proprio sustento para tambem contribuir com o pais e nao apenas receber receber e receber . muito foi falado do antonio carlos (bahia) que mantinha os pobres para ganhar os votos . tenho a impressao que o pt age da mesma forma com o bolsa familia no nordeste. ja fui filiado ao pt , contribuia financeiramente com o partido , mas depois de tanta corrupçao decepcionei , nao achei decente a posicao de lula quanto afirmou que no brasil sempre se roubou. mas a proposta era outra era a de nao roubar e ai a coisa piorou. a sociedade ficou orfao de politicos

  3. - IP 177.65.144.159 - Responder

    QUERO VER ONDE ESSES SAÚVAS DO PT VÃO SE ENGANCHAR DEPOIS QUE PERDEREM OS CARGOS DO GOVERNO PETISTA., POIS A DERROTA DO PT É CERTA. AGUARDEM OUTUBRO !!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

sete + 5 =