200 MIL – Mauro acusa Rayel de comprar Grassi para bater nele

JUSTIÇA ELEITORAL PAGINA DO E – MAURO MENDES PEDE CASSAÇÃO DE LUDIO E GRASSI POR ABUSO DO PODER ECONOMICO
Faltando 8 dias para a escolha do futuro prefeito de Cuiabá, esquenta a disputa judicial entre os candidatos a prefeito na capital de Mato Grosso. A coligação “Um Novo Caminho para Cuiabá”, encabeçada por candidato Mauro Mendes (PSB), ingressou neste sábado com uma ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) pedindo que os adversários Lúdio Cabral (PT) e Adolfo Grassi (PPL) tenham os registros de candidatura cassados por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.  Através do advogado José Antonio Rosa, a coligação de Mendes também requer a inelegibilidade de ambos por oito anos e outras quatro pessoas envolvidas no esquema.

De acordo com Mauro, antes de ser “contratado” pela coligação PT-PMDB, o sindicalista Adolfo Grassi o teria procurado e se oferecido para entrar batendo, na campanha para a Prefeito, em favor de Mauro Mendes, em troca de um pagamento de R$ 2OO mil reais, o que teria sido rechaçado pelo candidato do PSB. “Logo após o episódio, a representante teve notícias de que o candidato teria combinado com a campanha petista (…) O acordo teria sido costurado pelos demais representados”, diz a ação. Os indícios ganharam mais força com o fato de que todos os ataques levados por Adolfo Grassi às propagandas eleitorais serem repetidas por Éder Moraes em entrevistas à imprensa. Na ação, é sugerido que quem “contratou” Grassi foi o secretário Carlos Rayel e que os espaços para que Éder Moraes ataque Mauro Mendes na imprensa, ataques esses que são depois reproduzidos na televisão, no horário eleitoral, pelo candidato do PPL, estariam sendo pagos com recursos dos cofres públicos.

No destaque, você confere inteiro teor da ação proposta neste sábado por Mauro Mendes

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.219.96.149 - Responder

    LI PORMENORIZADAMENTE A AÇÃO E SIMPLESMENTE POSSO AFIRMAR QUE É RIDÍCULA. JOSÉ ROSA SÓ PODE TER TOMADO CHÁ DE COGUMELO COM OS HIPS DE CHAPADA ANTES DE FAZER A AÇÃO. TEM TANTOS ELEITORALISTAS E DOS BONS NA PRAÇA E FOI CONTRATAR LOGO ESSE AÍ. MEUS PÊSAMES MM. ABRAÇO GERAL.

  2. - IP 200.96.143.199 - Responder

    Desespero total da equipe de Mauro Mendes, o “Riquinho” achou que seria barbada a eleição e vai perder a terceira e última. O dinheiro resolve quase tudo…mas no meio do caminho tinha um detalhe, o povo !!!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dez − 9 =