Câmara de Cuiabá aprova Moção de Repúdio contra Ítalo Joffily, diretor-geral da Cab Ambiental

 

Italo Joffily, diretor da CAB Ambiental, em Cuiabá

Na sessão ordinária desta terça-feira, 6 de junho, os vereadores do Parlamento Municipal de Cuiabá aprovaram por unanimidade a Moção de Repúdio apresentada pela vereadora Lueci Ramos contra o diretor-geral da Cab Ambiental, Ítalo Joffily, por entenderem que  faltou com respeito com os  parlamentares.

Na última quinta-feira, 31, o diretor-geral Ítalo Joffily compareceu à Câmara Municipal para uma reunião com os vereadores. O que era para ser uma conversa tranqüila terminou em revolta. Isso porque Ítalo deixou claro que a Cab Ambiental comprou a concessão, pagou e não aceitará de forma alguma interferência política.

A primeira-secretária, vereadora Lueci Ramos, questionou sobre o que fazer em caso de problemas de abastecimento e vazamento, já que ela e os demais parlamentares recebem diariamente reclamações de moradores com relação aos serviços prestados pela empresa. Ítalo foi incisivo ao dizer que devem ligar para o serviço de atendimento ao cliente o 0800 646 61 15.

Indignada com a resposta, a primeira-secretária procurou o prefeito da Capital Chico Galindo que se solidarizou com os parlamentares e, inclusive, apoiou a vereadora Lueci Ramos  a apresentar a Moção de Repúdio. “Votamos na concessão com o intuito de disseminar o abastecimento, assim como, melhorar o serviço e a qualidade da água. Não é porque votamos a favor da concessão que vamos aceitar tudo calados, muito pelo contrário, representamos a população e a nossa função é fiscalizar e exigir que a empresa cumpra as regras estabelecidas no contrato e é isso que faremos”, esclareceu  Lueci Ramos.

Categorias:Direito e Torto

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.96.181.89 - Responder

    Bem feito!!!. O que vocês queriam na verdade era saber se a “BOQUINHA PARA EMPREGOS PARA PARENTES” estava de pé. Agora, lá tem um dono, e ele está certo em dizer que não aceita interferência, porque se vocês fossem gestores que prestam, não tinham vendido a SANECAP.
    Preocupado com o povo. Toma vergonha na cara vereadora Lueci Ramos, vocês estão preocupados com os seus bolsos.
    Culpa de tudo isso é o próprio povo, que não sabem votar e não tem compromisso com a Cidade.

  2. - IP 201.24.171.113 - Responder

    Falou tudo Cesar. Esses estafermos vereadores de Cuiaba , alem de só roubarem o duodécimo , comprarem assento sanitário de 900 reais, superfaturarem reformas inúteis ; transarem com veados em postos de combustiveis; votarem errado pela venda da sanecap e depois pedir desculpas; etc; etc , agora vem com essa conversa fiada de querer respeito da tal CAB . Essa empresa veio para Cuiabá para tirar o couro do povo e agora não adianta choramingar.

  3. - IP 186.236.214.63 - Responder

    É necessário, para o entendimento e real dimensão dos fatos, o conhecimento das partes. Muitas notícias têm sido reportadas sem o aval da boa crítica, até porque trata-se de somente uma versão – versão essa, muitas vezes deturpada em benefício de um pólo.
    O que penso é que, para sair da mesmice da ignorância, a leitura de outras fontes é necessária, inclusive da própria empresa privada.
    Experimentem o site oficial da Consessionária CAB Ambiental:
    http://www.cabcuiaba.com.br/

    http://blog.cabcuiaba.com.br/noticias/cab-cuiaba-se-reune-com-vereadores

    Estamos de olho, lá e cá. Fiquemos de olho nesse trabalho concedido a essa empresa privada, também.

  4. - IP 177.41.88.29 - Responder

    Aprovar moção de repúdio para o diretor da CAB, isso é brincadeira. Essa moção de repúdio tinha quem tinha que apresentar era os munícipes de Cuiabá para os nobres vereadores. Aprovaram a concessão a toque de caixa, pensaram que depois a CAB iria empregar os seus apadrinhados deram com os burros nágua.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

vinte − treze =