Bruno Boaventura, do Movimento OAB Democrática e Ética, saiu vitorioso contra a diretoria OAB/MT. Juíza Vanessa Perenha, da Justiça Federal, manda OAB entregar a Bruno todos documentos de prestação de contas relativos aos anos de 2009, 2010 e 2011. Agora, transparência efetiva deve virar norma. Leia a decisão

Juíza Vanessa Perenha manda OAB-MT prestar contas a Bruno Boaventura by Enock Cavalcanti

 

 

Após uma batalha judicial contra o grupo que domina a OAB/MT, a Justiça Federal reconheceu o direito do advogado Bruno Boaventura, do Movimento OAB Democrática e Ética, ao acesso irrestrito as prestações de contas dos anos de 2009, 2010 e 2011 da entidade.

O ex-presidente, Cláudio Stabile, e o atual presidente, Maurício Aude, em todos os momentos que se manifestaram sobre a pretensão de Bruno Boaventura se negaram a proceder à entrega de tais documentos públicos, agindo como se não fosse direito de um advogado regularmente inscrito poder saber como está sendo gasto o dinheiro de sua anuidade.

Chegaram ao ponto de divulgarem na capa do Jornal da OAB/MT a falsa informação de que a Justiça Federal já teria reconhecido de que a divulgação de simples balancetes no site da entidade já eram o suficiente.

A sentença que divulgamos na íntegra, no destaque, de autoria da juíza federal Vanessa Curti Perenha Gasques, julgou que a documentação que compõe a prestação de contas dos exercícios 2009, 2010 e 2011 não se trata de documento protegido por sigilo, mas de informação de cunho público, é que perfeitamente admissível a pretensão deduzida por meio da ação.
Bruno Ricci Boaventura já manifestou em sua página na rede social (facebook) de que assim que tiver acesso as cópias irá contratar um auditoria independente e divulgará todos os documentos tanto das prestações de contas como da auditoria na internet para o livre acesso de todos os advogados e advogadas.

A PAGINA DO E divulgará em primeira mão para que todos possam acessar tais documentos.

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.24.148.38 - Responder

    Parabens amigo Mestre Bruno! Pois no meu modesto ponto de vista os princípios da legalidade e da transparência têm que ser fielmente cumprido pela atual gestão da OAB/MT, com a apresentação das prestações de contas da instituição, com seus balanços, demonstrativos; além da lista de advogados representantes da Seccional nas Juntas e Conselhos e do Lotacionograma, ou seja, a lista de seus colaboradores, funções e respectivas lotações.

  2. - IP 189.59.36.63 - Responder

    Mais do que o direito e acesso as prestações de conta, esperamos ansiosos para ver como as verbas da anuidades tem sido aplicadas, inclusive nos anos de campanha.

  3. - IP 177.17.202.141 - Responder

    Uma andorinha só não faz verão. A OAB é usada, e daí??? Este MT tudo tem corrupção, desde o protocolo de um órgão até sua presidência. ACORDEM. Faltam homens íntegros. Caro Bruno, não aja por impulsos. Acorde!!!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

três × dois =