(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

Senado aprova MP que autoriza barreira sanitária em terras indígenas

Publicados

Brasil, mostra tua cara


O Senado aprovou hoje (27) a Medida Provisória (MP) 1.027/2021, que autoriza a Fundação Nacional do Índio (Funai) a planejar e montar barreiras sanitárias em áreas indígenas com o objetivo de evitar o contágio e a disseminação da covid-19 na população local. O texto passou pelo crivo dos deputados no início da tarde e foi aprovado pelos senadores horas depois. O texto segue agora para promulgação.

A MP estabelece que as barreiras sanitárias sejam compostas por servidores públicos federais ou militares e as ações, aplicadas até 31 de dezembro deste ano. O texto diz ainda que servidores públicos e militares dos estados, Distrito Federal e municípios também poderão compor as barreiras, desde que haja concordância do chefe do Poder Executivo, após solicitação ao ministro da Justiça e Segurança Pública.

Segundo a Articulação dos Povos Indígenas no Brasil, 1.088 indígenas morreram na pandemia e 54.667 contraíram a doença, que afetou 163 povos. As barreiras sanitárias servirão para controlar o trânsito de pessoas e mercadorias em áreas indígenas. Os servidores receberão diárias pagas pela Funai.

Leia Também:  ENGENHEIRO ADAMASTOR MARTINS DE OLIVEIRA: Silenciar, neste momento, significa compactuar com o golpe, significa recolher-se conscientemente ao manicômio repleto de farsantes comandado por Simão Bacamarte disfarçado de Eduardo Cunha, ventríloquo do boneco Michel Temer

*Com informações da Agência Câmara de Notícias

Edição: Nádia Franco

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil, mostra tua cara

Presidente Bolsonaro condecora ministros com a Ordem do Rio Branco

Publicados

em


O presidente Jair Bolsonaro condecorou hoje (8) personalidades civis e militares com a Ordem de Rio Branco, honraria concedida pelos serviços prestados ao país. A cerimônia de entrega das medalhas foi realizada no Itamaraty, em Brasília. 

Foram agraciados pelo presidente com o grau Grã-Cruz a primeira-dama, Michele Bolsonaro, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, o ministro da Cidadania, João Roma, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o ministro do Turismo, Gilson Machado, e a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda. 

O ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Bruno Bianco, o procurador-geral da República, Augusto Aras, e os presidentes da Caixa, Pedro Guimarães, e do BNDES, Gustavo Montezano, também receberam a honraria. 

A Ordem de Rio Branco foi instituída em 1963 em homenagem ao Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia brasileira.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vice-presidente visita a Amazônia na companhia de embaixadores
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA