PREFEITURA SANEAMENTO

BLOG DO JUCA KFOURI: A participação de Ronaldo com o microfone da Globo na mão pode até ser um golaço para quem busca entretenimento, mas é um tiro no pé para quem luta por um jornalismo praticado com ética e independência.

Às favas com a ética

POR ELIAS AREDES, do blog do Juca Kfouri

 

 

Vira e mexe, converso com alguns colegas inconformados com a falta de credibilidade do jornalismo esportivo.

Na maior parte das vezes, os torcedores chegam a exibir desprezo por alguns profissionais.

No entanto, fatos colaboram para esse estado de coisas.

Exemplo: a contratação pela Rede Globo de Ronaldo Nazário para ser comentarista da Copa das Confederações e da Copa do Mundo.

Se tudo for analisado pela lógica da indústria do entretenimento, a medida é uma tacada de mestre: apesar de declarações pífias e sem profundidade, Ronaldo é alguém conhecido, consagrado e que atrai audiência. Ponto.

No entanto, a ética toma uma surra quando o tema é abordado.

Ronaldo é integrante do Comitê Organizador Local e está envolvido diretamente com a organização da Copa do Mundo.

O que ele vai falar se durante uma transmissão se algo de errado ocorrer nos estádios e até na questão da mobilidade.   Vai se calar? Dará uma de politicamente correto?

Quando a bola rolar, o quadro ficará dramático.   Sua agência, a 9ine, administra a imagem de jogadores como o “desconhecido” Neymar.

Ponto básico: e se a Joia santista jogar pedrinha ou mostrar uma produção decepcionante?

Ele vai falar e será contundente como pede uma cobertura jornalística?   Ou vai colocar panos quentes?

Digo de cara: não sou contra ex-jogador ser comentarista de futebol.   Até porque alguns em âmbito nacional colaboram e muito para o debate.

Mas a participação de Ronaldo com o microfone da Globo na mão pode até ser um golaço para quem busca entretenimento, mas é um tiro no pé para quem luta por um jornalismo  praticado com ética e independência.

 

 

*Elias Aredes é jornalista.

O BLOG ASSINA JUNTO: JUCA KFOURI, de Lisboa

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.252.51.203 - Responder

    O futebol Brasileiro não é mais o de antigamente e nem tem jogadores a altura de Pelé. Em nosso país os jogadores há alguns anos atrás jogavam mais ou menos 37/38 anos – jogadores ao qual vi na Copa de 94 – Bebeto/Romário. Hoje em dia o futebol Brasileiro está produzindo mto r´pido uma nova safra de jogadores, mas nem todo condiz com o mesmo, jogou no Brasil, foi pra fora ganhou mto dinheiro, não tem o cuidado com o seu corpo, imagina como manter-se jogando futebol. Isso aconteceu com esse, é fato ele vive de Marketing, deveríamos ter uma lei a qual proibisse-o de estar em uma emissora de TV e Estar na Comissão da Copa. Em televisão os comentaristas tem que ser imparciais e não puxa-sacos. Precisamos ser mais exigentes, Nunca vi ninguem questionar nada referente ao Ronaldo, Copa de 98 o que aconteceu???? Alguem questionou??? Colocaram panos quentes??? Venderam a Copa???? Vive de Marketing??? Tem formação cultural /intelectual???? Joga futebol???? Perdemos as ultimas copas por que???? Ele foi e estava acima do peso e tirou lugares de jogadores que estavam preparados….. Telespectadores que assistem o futebol, temos que ser mais críticos e não engolir o que é imposto. O Futebol precisa de craques que continuem com forma física e bons exemplos como Rivaldo, Zico, Cacá. Esse é o futebol que quero ver….

  2. - IP 200.138.37.9 - Responder

    Tenho saudades dos velhos tempos em que o jornalismo tinha um MARIO MORAIS, MAURO PINHEIRO, JOÃO SALDANHA etc. que comentavam os jogos e faziam criticas elogios a clubes e ou jogadores em jgos de futebol, hoje, os jornalistas de um modo geral, só falam do jogo superficialmente não criticam de modo algum qdo um jogador vai mal etc. Idem com os clubes. É uma vergonha naciional, nos que gostariamos de ser bem informados não o somos pois nossos formadores de opinião sempre estão em cima do muro. Não existe mais sinceridade no que falam ou escrevem, é tudo superficial para não ofender este ou aquele clube. Será que alguem concorda comigo?

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois × 4 =