PREFEITURA SANEAMENTO

ABORTO:Ataque de Mauro a Lúdio revela medo de perder

Mauro Mendes perde a pose e parte para ataque iracional contra Lúdio Cabral e sua campanha. Mauro está com medo de perder e tenta carimbar Lúdio como defensor do aborto - o que é uma inverdadede

Lúdio Cabral desqualifica e compromete a sua caminhada quando entrega parte da coordenação de sua campanha ao notório Éder Moraes. Só que a presença de Éder na campanha do PT-PMDB só é condenada por aquela parcela mais informada da população que conhece o continuado envolvimento de Éder Moraes em situações administrativas que acabaram se desdobrando em escândalos como no caso dos Land Rovers, das Cartas de Crédito, etc,etc.

Vai daí que, apesar do Éder, a campanha do Lúdio e da coligação PT-PMDB está crescendo. Crescendo tanto que já fez o empresário Mauro Mendes recorrer a um expediente sórdido: começar a dizer que o eleitorado não deve votar em Lúdio porque Lúdio defenderia o aborto.

Nosso eleitorado, coitado, teme menos ao Éder do que ao aborto.

Mauro apela, desta forma, aos instintos mais primitivos do povo cuiabano – e falseando os fatos, já que o fato de ser do PT não significa que o Lúdio seja um defensor do aborto. Essa não é uma discussão pacificada dentro do PT. Certamente que não é uma posição pacificada dentro do PSB. Essa não é uma discussão pacificada dentro de nossa sociedade.

Eu, pessoalmente, gostaria que Lúdio defendesse o aborto, defendesse a discriminalização do uso das drogas como muita gente do PT faz porque são posicionamentos que questionam a hipocrisia que, em nossa sociedade, favorece o assassinato de milhares de pessoas, devido à violência do tráfico e a morte de centenas e centenas de mulheres devido à clandestinidade em que a maioria dos abortos é praticada, notadamente pelas mulheres pobres.

Só que o Lúdio é tão conservador quanto o Mauro Mendes neste aspecto. Ele nunca se posicionou da forma que o Mauro afirma que ele teria se posicionado.

Mauro Mendes comete uma manobra vil, calhorda, quando tenta carimbar como defensor do aborto um adversário que nunca fez esta defesa. Sob o ponto de vista da psicologia, esse ataque imbecil demonstra que Mauro Mendes, sem argumentos racionais para enfrentar o crescimento da candidatura de Lúdio Cabral, parte para a utilização de argumentos iracionais. As suas pesquisas internas já demonstram que ele não ganha no primeiro turno e ele está com medo de perder para o Lúdio, num segundo turno que cada vez mais provável.

Pior do que perder é perder sem dignidade, perder recorrendo a argumentos sórdidos. E essa tática do Mauro hoje não tem o mínimo de criatividade: é a mesma usada por Antero, na eleição passada, para tirar votos do Abicalil.

O amadurecimento de nosso eleitorado e de nossa população, todavia, nos cobra este preço. É preciso que a discussão sobre o aborto e sobre as drogas aflore para que os preconceitos firmados pela religião, um dia, sejam superados. Só que ele deveria ser proposta em termos mais dignos – não dessa forma policialesca.

No passado, era comum o fato de se “queimar” uma adversário sugerindo que ele era viado, dava a bunda, essas coisas. O avanço da convivência democrática atenuou sobremaneira o preconceito contra os homossexuais. Quantas e quantas vezes Júlio Campos foi xingado de viado nos palanques de Mato Grosso. Esse tempo de calhordice foi superado.

Resta, agora, torcer para que o debate sobre aborto e drogas,na atual disputa eleitoral, contribua, também, para elever o padrão de comportamento das pessoas em nossa sociedade.

Em tempo: além do Mauro Mendes, Carlos Brito também participa do esforço para carimbar Lúdio Cabral como defensor do aborto. É outro inconsequente, outro desesperado que sem argumento político para ganhar as eleições, procura se socorrer de argumentos religiosos.

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.17.60.247 - Responder

    Ataques de todos os lados, uns contra outros, como na época dos coronéis do Cacau…Mas que fazer, se quando fazem as propostas não as cumprem?…. sem saída…não votar em ninguém é uma boa opção…

  2. - IP 187.28.145.56 - Responder

    Tiro certo caro articulista. A campanha para a prefeitura de Cuiabá certamente vai pegar fogo tal qual as matas de Chapada! Só que, o nível previsto é o pior possível. É até compreensível que Mauro Mendes esteja preocupado com o segundo turno, porém, usar do expediente hipócrita e falso moralista de acusar outro adversário político de defender o aborto e legalização das drogas é simplesmente ridículo. Agora, mais ridículo ainda, é o Carlos Brito que está em quarto lugar e com o maior índice de rejeição, usar do mesmo expediente. Francamente!!!

  3. - IP 200.101.113.10 - Responder

    Concordo o ilusre articulista sobre a reprovabilidade de se atribuir a alguem a defesa da descriminalização do aborto ou das drogas, mas desde que este alguem não pratique, de fato tal defesa. Não sei se é o caso do Lúdio. Porém é fato que os defensores do aborto querem que as discussões de tal tema passe longe do povo para ser aprovado às escondidas. Ora, aborto e substancias entorpecentes, como qualquer outro tema pode e deve ser discutido com o povo e pelo povo e os candidatos devem se posicionar claramente sobre o tema, para que o povo conheça decida conhencendo suas opiniões.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

11 + 8 =