PARABÉNS, FLÁVIO TAQUES: Apesar de aumento nos valores do plano, MT Saúde ainda é mais barato que a concorrência. Agora, para servidores e/ou dependentes que tenham até 18 anos, o MT Saúde cobra R$ 73,06, enquanto outros planos particulares cobram, em média, R$ 145. Caso o plano seja especial, prevendo internação em apartamentos e não em enfermarias, a diferença é ainda maior: R$ 90,94 pelo MT Saúde contra R$ 205 de outros planos

 

O contador Flávio Taques comanda a volta por cima no MT Saúde. Com apoio do secretário Faiad, Taques simplificou a administração do Plano, feita hoje por uma pequena equipe de 36 servidores, dispensando o serviço das antigas operadoras, como a Open e a Samaritano, que cobram 500 mil do Governo do Estado pelo seu serviço, dinheiro que deixou de vazar dos cofres públicos. Flávio Taques também supervisionou o trabalho de técnicos do Cepromat na implantação de um novo sistema de informática, possibilitando  ao Estado economia de mais de 2 milhões de reais. Os bons resultados firmados por Flávio resultaram na sua manutenção à frente no MT Saúde, no novo governo do PDT, com apoio do Fórum Sindical

O contador Flávio Taques comanda a volta por cima no MT Saúde. Taques simplificou a administração do Plano, feita hoje por uma pequena equipe de 36 servidores, dispensando o serviço das antigas operadoras, como a Open e a Samaritano, que cobravam cerca de 500 mil do Governo do Estado pelo seu serviço, dinheiro que deixou de vazar dos cofres públicos. Flávio Taques também supervisionou o trabalho de técnicos do Cepromat na implantação de um novo sistema de informática, possibilitando ao Estado economia de mais de 2 milhões de reais. Os bons resultados firmados por Flávio resultaram na sua manutenção à frente no MT Saúde, no novo governo do PDT, com apoio do Fórum Sindical

Apesar de aumento nos valores do plano, MT Saúde ainda é mais barato

Camila Cervantes, no Rdnews

Após alterações feitas pelo Governo na cobrança na folha de pagamento, o MT Saúde segue com preço abaixo do que é praticado no mercado. Ocorre que o Executivo estadual, no último dia 6, mudou a cobrança do plano, que antes era de acordo com a faixa salarial e passou a ser feita por faixa etária, incluindo também no pagamento os dependentes dos titulares.

Embora os ajustes feitos no valor do plano, o Governo assegura que o MT Saúde ainda é mais viável que outros planos. O fato é que constatou-se que a diferença pode chegar a até mais de 200% em alguns casos, uma vez que a alteração mínima com outros planos é de 100%. O decreto nº 54 foi publicado no Diário Oficial e circulou em 15 de março.

Agora, para servidores e/ou dependentes que tenham entre 0 e 18 anos, por exemplo, o MT Saúde cobra R$ 73,06, enquanto outros planos particulares cobram, em média, R$ 145. Caso o plano seja especial, prevendo internação em apartamentos e não em enfermarias, a diferença é ainda maior, sendo de R$ 90,94 do MT Saúde, para R$ 205 de outros planos.

Às pessoas com mais de 59 anos, em que os valores dos planos de saúde em geral são mais caros, o MT Saúde chega a ter 200% de diferença em relação a outros contratos. Enquanto o plano dos servidores mato-grossenses custa R$ 352,21 para aqueles que optam por ficar internados em enfermaria, outros planos particulares custam, em média, R$ 950. Para internações em apartamentos, o valor é muito mais alto, chegando a R$ R$ 1.235, enquanto o MT Saúde custa apenas R$ 438,40.

Segundo o secretário estadual de Gestão, Júlio Modesto, as alterações na forma de cobrança do plano foram necessárias para garantir equilíbrio financeiro, além de oportunizar a contratação de novos procedimentos e profissionais, tornando-o mais completo e seguro aos associados.

MT Saúde

Atualmente, o MT Saúde conta com 27.252 associados, dos quais 12.134 são titulares (pagantes). As outras 15.118 pessoas são dependentes e agregadas, das quais nunca foi cobrada contribuição alguma ao plano. (Com Assessoria)

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quatro × 1 =