PREFEITURA SANEAMENTO

ANTERO: Emanuel ataca Chico Daltro por causa da Ager

Antero Paes de Barros, Chico Daltro e Emanuel Pinheiro: a briga pela apropriação de fatias do poder e da riqueza, em Mato Grosso, é uma luta que se trava, diariamente, nas mais diversas frentes, no submendo da politica. Pelo controle da Ager, segundo Antero, Emanuel foi à tribuna da Assembléia, questionar o excesso de poder que Chico Daltro concentraria em suas mãos

Disputas pelo controle das melhores e mais rendosas fatias da máquina pública sempre haverão de pitar por aí. O jornalista e ex-senador Antero Paes de Barros – hoje dirigente de uma produtora de video que tem conseguido boas e rendosas posições em campanhas eleitorais e também no Tribunal de Contas, no Tribunal de Justiça e em outros espaços públicos – entende bem desta disputa cotidiana pelas fatias do poder e, no seu blogue, que é importante fonte de informação sobre os bastidores do poder em Mato Grosso, se debruça sobre a disputa travada atualmente pelo deputado Emanuel Pinheiro – aquele que começou sua carreira comandando “gatinhas” que faturavam com a terceirização na administração municipal de Cuiabá e hoje pontifica como privilegiado aposentado pelo FAP da Assembleia – e que, agora, resolveu tentar reduzir os poderes do vice-governador de Mato Grosso, Chico Daltro. Segundo o que garante o insuspeito Antero Paes de Barros, já que é ativo jogador neste jogo do poder em nosso Estado,  na verdade, o que existiria por trás desta gritaria toda de Emanuel contra Chico Daltro, é o desejo do Emanuel de controlar a Ager e exercer, desta forma, influência sobre o setor de transporte intermunicipal em Mato Grosso. Ou seja, Emanuel, o deputado do escândalo das esmeraldas,  estaria querendo faturar em cima de empresa de ônibus ou expressando os interesses de quem anda faturando neste setor que, atualmente, estaria sob o hegemonia do PSD e de Chico Daltro. Uma disputa interclasses, dentro de nossa burguesia que vive dependurada nas tetas da administração pública. Confira a análise de Antero Paes de Barros e vamos ficar de olho para ver onde vai parar esta pendenga. (EC)

Briga de Emanuel com Chico Daltro é por causa da Ager
por Antero Paes de Barros

O deputado Emanuel Pinheiro, mais uma vez levou ao plenário da Assembleia as rusgas pessoais que mantêm com o vice-governador Chico Daltro. Professor de Direito Constitucional da Unic, Emanuel chega a esquecer das aulas que dá aos seus alunos e dá vazão aos sentimentos pessoais de rivalidade com o vice-governador Chico Daltro. Pinheiro não perdoa o fato de Daltro ter liderado dentro do governo, a moralização do Estado e, atendendo uma exigência do Ministério Público ter feito a concorrência para o setor de transportes interestaduais, que se arrastava há anos.

Este o único motivo para o pronunciamento desta quarta feira do parlamentar, da tribuna da Assembleia, pretendendo retirar de Daltro as funções que lhe foram atribuídas, enquanto vice-governador. O deputado aproveitou-se de um plenário de leigos, para expor a sua tese, querendo retirar do vice as atribuições que lhe foram repassadas pelo governador Silval Barbosa,após aprovação de lei na AL, ou até mesmo, o próprio mandato de Chico Daltro.

Vou comentar apenas o trecho do pronunciamento do parlamentar que ele próprio julga mais relevante. Disse Pinheiro da tribuna:

“O artigo 11 da Lei Complementar 427 diz o seguinte: no caso de vacância, que é uma novidade no mundo jurídico, há vacância de atribuições específicas, o governador tem 30 dias como prazo máximo para nomear um substituto pelo período restante. Essa indicação deve passar pela aprovação da Assembleia. Dessa forma, estamos há 15 dias em pleno estado de ilegalidade. Há o risco de tornar nulo tudo que for assinado por sei lá quem que está respondendo pela vice-governadoria”.

Vejam bem o que disse Emanuel Pinheiro: “no caso de vacância que é uma novidade no mundo jurídico, há vacância de atribuições específicas o governador tem 30 dias como prazo máximo para nomear um substituto pelo período restante”.

Fechei as primeiras aspas. Tem mais bobagem por aí. Comento essa: O próprio deputado reconhece NO CASO DE VACÂNCIA. Ora, não existe vacância nenhuma. Chico Daltro é o vice-governador, certo ou errado, eleito pelo povo mato-grossense. Para que ocorresse vacância do cargo de vice-governador, Chico Daltro precisaria ter morrido (e está vivíssimo), ou ter renunciado ao cargo,(não se conhece este fato, que aliás nunca ocorreu), ou ter sido cassado pela justiça eleitoral, ou sofrido impecheament em processo votado pela Assembleia.

Ora, como se observa não ocorreu nenhuma vacância e o deputado está exigindo que as atribuições da vice sejam repassadas a outro. Foi buscar até apoio nos ombros do governador. Na verdade, o grande objetivo do deputado é retirar das atribuições do vice-governador o controle sobre a autonomia do funcionamento da Ager. É isso que ainda não desceu bem.

ENTENDA O CASO

Em 2011, a Assembleia Legislativa aprovou uma lei que ampliou os poderes específicos da vice-governadoria, passando para ela a responsabilidade sobre a Defesa Civil, a Ager, o MT Fomento, o escritório de representações de Mato Grosso, as causas indígenas, as relações internacionais e institucionais.

Comentário meu: Vejam que a AL aprovou lei, para que a vice-governadoria respondesse por essas atribuições. Dentre elas, dá para perceber que existe a Ager, que tanto incomodou o deputado, por lutar contra a realização de licitação para o transporte e era uma exigência do poder judiciário.

MAIS DE EMANUEL PINHEIRO: Conforme explica Emanuel Pinheiro, nomeado para o cargo de secretário de Cidades, Chico Daltro não poderia estar respondendo pelas atribuições que lhe foram delegadas enquanto vice-governador. Nisso, quem está respondendo por essas questões no momento são pessoas que ocupam cargos comissionados.

“Ele não pode acumular funções. É ilegal, inapropriado, desaconselhável. Quando Chico Daltro assumiu a secretaria de Cidades, ele deixou de responder por todas essas responsabilidades importantíssimas para o desenvolvimento do estado. Essa Casa não pode concordar com essa situação. O governador, pela lei, precisa indicar outra pessoa, que não o vice, para responder pelas atribuições da vice-governadoria”.

Comentário meu: Emanuel Pinheiro sabe que está errado. É professor de Direito Constitucional. Embora não tenha sido seu aluno já conversei com muitos deles que dizem se tratar de excelente professor. Os equívocos, pelo grau de conhecimento do deputado, não são pequenos. Vejamos:

Ora, quem sempre esteve respondendo por todas essas atribuições foram pessoas que ocupam cargos comissionados. Todas prestando contas ao chefe hierarquicamente superior, no caso o vice-governador Chico Daltro.

Mais adiante Emanuel diz: ELE NÃO PODE ACUMULAR FUNÇÕES. É ILEGAL, INAPROPRIADO, DESACONSELHÁVEL.

Ora, ilegal não é. Exemplos existem aos borbotões no Brasil. Afif Domingues do PSD é vice-governador de Geraldo Alckmin e também secretário no governo de São Paulo. Ele exerce as funções da secretaria e também da vice. Se o deputado Emanuel tivesse razão teríamos que imaginar que em São Paulo, maior Estado da Federação tem uma Assembleia de trouxas. Quanto ao inapropriado, ou desaconselhável, essa é uma respeitável opinião de Emanuel Pinheiro. Ele tem direito de defendê-la, mas não com essa característica de que está ilegal.

Mais de Emanuel:

“O governador, pela lei, precisa indicar uma outra pessoa, que não o vice, para responder pelas atribuições da vice-governadoria”.

Meu Deus. Essa é proposta de golpe.  Governador pela lei precisa indicar outra pessoa, que não o vice. Dá licença. Vice não foi indicação do governador. Chico Daltro é um cidadão que foi eleito pelo povo de Mato Grosso. Não votei em Silval, portanto Chico não foi eleito, com o meu voto, mas foi com o de Emanuel e de todos os  que votaram no atual governador. Ora, quem está apto para responder pelas atribuições da vice-governadoria é só o vice-governador. Emanuel quer que o governador indique o vice. O que é isso? Saudades da ditadura?

Ao invés de elaborar um tratado de besteirol, o deputado Emanuel Pinheiro poderia de forma simples, mais eficiente tentar convencer politicamente o governador, de que como o vice está respondendo pela secretaria das cidades seria melhor transferir para outro companheiro essas funções que foram atribuídas a ele por lei. Em nome da eficiência seria melhor colocar para isso outro gestor. Esse argumento seria aceitável.

ATENÇÃO GOVERNADOR!

Se for entrar nessa lorota, pelo menos a função do controle da Ager entregue para alguém que defenda a licitação, como foi feita historicamente em seu governo, com uma contribuição incalculável do vice.

O governo Silval já tem problemas demais. O deputado Pinheiro quer criar mais um.

 

 

FONTE BLOG DO ANTERO

9 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.58.29.90 - Responder

    Enquanto Isso Continua CAOS JUIZADOS DA CAPITAL!!!!……

    no 1 Juizado de Cuiaba Juiza Lucia está de férias alias de Dezembro/2012 e mole!

    no 2 Juizado – Juiz Agameno NUNCA se encontra no seu local de trabalho, um caos nenhum despacho…..

    no 3 Juizado – nem temos Juiz nem auxliar nem titular e mole !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! um CAOS!!!

    no 4 Juizado – Juiza Valdecir andava bem agora ta uma lerdeza só NADA ANDA!!!!!!!!!!!

    no 5 Juizado 0- Juiz Elnaldo dispensa comentários – um CAOS!!!!!!!!!!! nada despacha.

    no 6 Juizado Juiz Sebastião Arruda – NADA NADA faz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    enfim tem que adotar ponto eletronico para que esses magistrados, realmente prestem serviço ao público que paga seus salários e que salários hemmmmmmmmmmmmmmmmm

    ENQUANTO ISSO NOS JUIZADOS DE CUIABÁ NADA ANDA. PARTE IV !!!

  2. - IP 177.41.95.56 - Responder

    O Finado Emanuel Pinheiro que é pai do atual suplente de Dep Emanuel Pinheiro, vem desde a epoca de vereador provando que para ele so ficou a “esperteza” de atraves de empresas de sua familia lucupretar com dinheiro publico fazendo de conta que terceiriza na epoca a Prefeitura de Cuiaba. Envovildo em falsificacao de pedra preciosas, acumula ja com 40 anos de idade 2 aposentadoria na Assembleia, uma como Deputado R$20.000,00 e outra com funcionário da Assembleia de aproximadamente R$ 18.000,00. Atualmente usa seu mandato para defender empresas de Onibus da sua Familia (Pinheiro) e desprezando a populacao, oferecendo serviços de péssima qualidade. O Vice Governador Chico Daltro que é Cuiabano e esta demostrando que honra sua cidade e o seu estado o que não acontece com Dep Emanuel Pinheiro. Agora vamos ver se a população não entente o que Emanuel Pinheiro só usa seu mandato para as empresas de sua familia e da sua esposa, NÃO VOTE MAIS EM EMANUEL PINHEIRO, ele não merece vote em Antero, Chico Daltro, e outros que possam honrar a nossa terra. Adeus Pinheirinho

    • - IP 177.193.146.252 - Responder

      ESSE MAURICINHO SE LOCUPRETAO COM DINHEIRO PUBLICO E MUITA SAFADEZA MEU DEUS SO O CANCER PRA PUNI ESSA GENTE COMETEU O HOMERO DA BUTINA AINDA BEM QUE EXISTE O CANCER PRA PUNI ESSA GENTE

  3. - IP 177.41.95.56 - Responder

    So na Assembleia ele (Emanuel Pinheiro) recebe, R$20.000,00 como deputado aposentado, R$ 18.000,00 como funcionario aposentado da Assembleia, R$ 25.000,00 como Deputado Estaudal, R$ 35.000,00 Ajuda de Custo da Assembleia, ou seja so na Assembleia aproximadamente R$ 82.000,00 mais os contratos que mantem de empresas de sua familia com o Governo do Estado e Prefeituras, um verdadeiro sangue suga de dinheiro publico.

  4. - IP 187.58.29.159 - Responder

    Três pessoas que não fariam, não fazem nem nunca fizeram diferença para MT.

  5. - IP 201.67.59.54 - Responder

    Enquanto Isso Juizados de Cuiabá PARADOS!!! nao há nenhum tipo de andamento processos!!!!! CNJ neles!

    No 1 Juizado de Cuiabá Juiza Lucia está de FÉRIAS!!!!!

    No 2 Juizado como de sempre NADA ANDA! Gabinete parado. nem mesmo há aquela estagiária para anotar processos num pedaço de papel rsrsrsrs.

    No 3 Juizado aquela bagunça! pois a juiza Ana Cristina retornou vara violência e agora José!!!!! rsrsr

    No 6 Juizado Juiz Sebastião Arruda! O de sempre um CAOS!!!!!!!!!

    No 5 Juizado Juiz Elinaldo nunca está no local de trabalho ai vcs ja sabem NADA ANDA!!!!!

    No 4 Juizado Juiza Valdecir começou bem agora, só jesus na causa um mero despacho de analise de recurso demora cerca de 09 meses!!! BACEN 05 meses Liminar 01 mes etc……………………. e mole.

    Enfim continuamos no CAOS rsrsrsrsrsrsrsrsr!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. - IP 177.43.82.190 - Responder

    to falando esse dirceu borboleta(emanoel) e doido xomano quem teve aula com esse cabrinha jogou didim fora voti.

  7. - IP 201.24.173.172 - Responder

    Briga de bandidos. Antero trabalha para Jayme. O vice é um grileiro. E o Pinheiro tem a mentira no sangue – pé de manga não dá cajú.

  8. - IP 177.193.170.244 - Responder

    Emanuuel Pinheiro – Perdeu Mané! Por enquanto está fora da AGER, é um bandido que irá pagar caro pela sua Canalhice… Quem já esteve perto de você sabe o traidor que é…

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 3 =