Campanha Coronavirus

Ala esquerda da CNBB divulga carta contra Bolsonaro e seu governo. LEIA A CARTA

Protógenes, Adriano, Tondello e Casaldáliga

Aparecem assinando a Carta e representando as lideranças católicas de Mato Grosso, Dom Adriano Ciocca Vasino, bispo prelado de São Félix do Araguaia, Dom Neri José Tondello, bispo de Juína, Dom Protógenes Luft, bispo de Barra do Garças e Dom Pedro Casaldáliga, bispo prelado emérito de São Félix do Araguaia.

Esta semana, 152 bispos, arcebispos e bispos eméritos brasileiros divulgaram um documento denominado Carta ao Povo de Deus, no qual fazem duras críticas ao capitão reformado e atual presidente do Brasil Jair Bolsonaro, principalmente diante da pandemia de covid-19, e ao bolsonarismo. “Analisando o cenário político, sem paixões, percebemos claramente a incapacidade e inabilidade do Governo Federal em enfrentar essas crises”, afirmam no documento.

Assistimos, sistematicamente, a discursos anticientíficos, que tentam naturalizar ou normalizar o flagelo dos milhares de mortes pela covid-19 (…) e os conchavos políticos que visam à manutenção do poder a qualquer preço. Esse discurso não se baseia nos princípios éticos e morais, tampouco suporta ser confrontado com a Tradição e a Doutrina Social da Igreja”, afirmam os integrantes da ala progressista.

De acordo com os bispos, essa movimentação não está restrita à CNBB, mas tem encontrado eco em paróquias e igrejas pelo país, onde padres reclamam de perseguição política, por conta das críticas feitas ao governo de Bolsonaro nas missas ou em conversas com fiéis.

O texto é assinado, entre outros, pelo arcebispo emérito de São Paulo, dom Claudio Hummes, pelo bispo emérito de Blumenau, dom Angélico Sandalo Bernardino, pelo bispo de São Gabriel da Cachoeira (AM), dom Edson Taschetto Damian, pelo arcebispo de Belém (PA), dom Alberto Taveira Corrêa, pelo bispo prelado emérito do Xingu (PA), dom Erwin Krautler, pelo bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), dom Joaquim Giovani Mol, e pelo arcebispo de Manaus (AM) e ex-secretário-geral da CNBB dom Leonardi Ulrich.

Aparecem assinando a Carta e representando as lideranças católicas de Mato Grosso, Dom Adriano Ciocca Vasino, bispo prelado de São Félix do Araguaia, Dom Neri José Tondello, bispo de Juína, Dom Protógenes Luft, bispo de Barra do Garças e Dom Pedro Casaldáliga, bispo prelado emérito de São Félix do Araguaia.

 

Carta de Bispos Do Brasil Contra Bolsonaro e Seu Governo by Enock Cavalcanti on Scribd

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

5 − 4 =