Afastado do poder e cada vez mais isolado, Humberto Bosaipo – o parceiro mais azarado de Geraldo Riva – agora será processado pelo Superior Tribunal de Justiça por peculato e lavagem de dinheiro. O lento arrastar da Justiça permitiu prescrição do crime de formação de quadrilha.

  De acordo com a acusação, Riva, Bosaipo e outros acusados, como Silval Barbosa, Romoaldo Jr e Gilmar Fabris, participavam de um esquema que emitia cheques para empresas fantasmas. Também é citado como participante do esquema o comendador João Arcando Ribeiro, ex-chefe do crime organizado em Mato Grosso, através de suas factorings

De acordo com a acusação, Riva, Bosaipo e outros acusados, como Silval Barbosa, Romoaldo Jr e Gilmar Fabris, participavam de um esquema que emitia cheques para empresas fantasmas. Também é citado como participante do esquema o comendador João Arcando Ribeiro, ex-chefe do crime organizado em Mato Grosso, através de suas factorings

O ex-deputado estadual e conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado, Humberto Bosaipo, continua mergulhado em seu inferno astral. Ele, que parece ser o parceiro mais azarado de Geraldo Riva nos processos que tratam dos rombos da Assembléia (sim, porque outros denunciados nos inúmeros processos, como Silval Barbosa, Romoaldo Jr, Gilmar Fabris, etc, seguem tocando suas vidas e suas carreiras políticas, sem maiores embaraços com a Justiça) , perdeu mais uma, nesta quarta, em Brasilia. Por maioria, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou mais duas denúncias formuladas pelo Ministério Público (MP) contra Bosaipo (que, segundo diversos testemunhos, vive uma vida cada vez mais acabrunhada) denuncias que apontam a possível prática, por Bosaipo, quando no comando da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Foi também declarada extinta a punibilidade em relação à acusação de formação de quadrilha, já que a Justiça mais uma vez se arrastou como tartaruga paraplégica e crime está prescrito. Foi confirmado novamente o afastamento de Bosaipo do posto de conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso até o término da instrução criminal. Pior é que mais esta derrotada de Bosaipo acontece depois que ele investiu mais uma pacoteira de dinheiro na contratação (aparentemente inútil) advogado Nabor Bulhões, dito especialista em atuação em tribunais superiores, que substituiu o cuiabaníssimo advogado Paulo Taques que vinha sustentando a liberdade de Humberto Bosaipo até aqui.

5 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.175.243.2 - Responder

    É dizem que a Justiça tarda…. mas não falha.. será?

    • - IP 177.144.222.225 - Responder

      Porém, Millôr Fernandes mudava essa adágio para “A JUSTIÇA FARDA, MAS NÃO TALHA”.

  2. - IP 177.201.99.140 - Responder

    boss aipo , deve ter muita raiva de riva ( em nano se possível fosse) por ter se exposto tanto,e agora mais do que nunca arrastado ele para esse inevitável abismo.
    Um dia todos morrem. Até os mitos.

  3. - IP 177.64.247.162 - Responder

    como falam lá no JIA ele não é AMIGO DO REI KKKKKKK

  4. - IP 179.253.56.203 - Responder

    amigo e a quele que nao esquece do outro nas horas de conforto;voce me esqueceu;agora vai pagar a cada vimtem

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quinze − 7 =