PREFEITURA SANEAMENTO

ADVOGADO RENATO GOMES NERY: As eleições no Brasil não se dão pela eleição do melhor, mas do menos pior, infelizmente. E me parece que as eleições do final deste mês na OAB/MT retratam bem este cenário. Conversei com todos os candidatos que tiveram a gentileza de me visitar e alertei, insisti em uma plataforma, também, social e política, pois padecemos com lideranças pífias

renato gomes nery, advogado e empresário, ex-presidente da oab em mt2 O MENOS PIOR
            Por Renato Gomes Nery

As eleições no Brasil não se dão pela eleição do melhor, mas do menos pior, infelizmente. E me parece que as  eleições do final deste mês na OAB/MT retrata bem este cenário. Fiz um artigo denominado de AS ELEIÇÕES NO OAB/MT e disse taxativamente: Estão sempre me perguntando o que acho da situação atual  da OAB/MT e das lideranças que estão pleiteando a substituição do Conselho em novembro. Não vou dizer que acho graça, por que a situação é de chorar.

Fiz, em seguida, outros artigos alertando para o crucial papel da OAB como representante da sociedade civil, onde destaco que a OAB –  é a representante da sociedade civil. Função esta plasmada no inciso I do artigo 44 da Lei 8906/94 (EAOAB), nos seguintes termos:  “defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado democrático de direito, os direitos humanos, a justiça social, e pugnar pela boa aplicação das leis, pela rápida administração da justiça e pelo aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas”.

Publiquei outro onde chamei atenção para a precariedade da prestação jurisdicional em nosso Estado. Bem alertando para o assistencialismo de se dispensar indiscriminadamente de pagamento de anuidade de advogadas   grávida e do jovem advogado que por conseqüência vai refletir em aumento de anuidades.

Conversei com todos os candidatos que tiveram a gentileza de me visitar e alertei, insisti em uma plataforma, também, social e política, pois padecemos com lideranças pífias. Num Estado em que o Ex-Governador e diversos secretários do Governo passados estão presos. Num Estado onde as custas judiciais são proibitivas. Onde a prestação jurisdicional, notadamente, de Primeira Instância é precária. Num Estado onde a oposição não diz a  que veio. Insisti que a OAB é a representante da sociedade civil e não pode  continuar omissa, ante tantos desmandos. A sociedade precisa da OAB com precisou e foi atendida no passado. E o Estado Democrático de Direito precisa tanto da OAB, como precisou no passado para enfrentar a ditadura. Temos que debelar a corrupção. Temos que punir os corruptos. Temos que destravar e viabilizar o País. E nesta construção o papel da OAB é fundamental, pois é ela queira ou não queira, por lei, a representante da sociedade civil e não pode continuar fugindo desta responsabilidade.

Não encontrei nada do que abordei acima nas plataformas de campanha dos candidatos que examinei. A imprensa hoje noticia que os CANDIDATOS PRIORIAZAM A DEFESA NAS PRERROGATIVAS E  TRANSPARÊNCIA. Vejo-me, entretanto, pregando no deserto.

Acho que estou velho. E velho somente serve para cultuar o passado e dar conselhos que ninguém ouve.

      Renato Gomes Nery é ex-presidente da OAB/MT – E-mail – [email protected]).

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 191.179.148.83 - Responder

    Dr.º Nery bom seria se senhor entrasse na campanha OAB/MT ao invés simplesmente ficar reclamando.

  2. - IP 177.41.90.207 - Responder

    Em primeiro lugar, gostaria de dizer para o Rogério que você é um ignorante. O entrevistado não está reclamando, e sim colocando, de forma clara e coerente, sua opinião sobre a realidade de nossa Ordem dos Advogados deste Estado. É verdade, quando diz que a disputa não se dá “pela eleição do melhor, mas pelo menos pior”. Esse é verdadeiro quadro político em todos os setores da sociedade. Aliás, a mídia deveria ter um papel importante nessa discussão, mas, hoje, está preocupada na divulgação do quanto pior, melhor. Não estou aqui me referindo a esse site, muito pelo contrário, porque só tenho elogio da maneira como tem divulgado todas as matérias.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

catorze + 6 =