Adilson Polegato e Cleuci Chagas eleitos desembargadores

Polegato acompanhou a escolha no plenário e vibrou com a decisão do Pleno do TJ

Os juízes Adilson Polegato e Cleuci Terezinha Chagas foram eleitos desembargadores nesta sexta-feira (22), durante sessão extraordinária no Plenário 1 do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.   Cleuci foi escolhida pelo critério de merecimento e ocupará a vaga aberta com a aposentadoria do desembargador José Silvério.

Já Polegato assume a cadeira aberta com a saída do desembargador José Luiz de Carvalho e sua eleição se deu por antiguidade.

Conheça um pouco da história dos novos desembargadores:

Confirmada a sua vitória, a nova desembargadora Cleuci Terezinha demonstrou forte emoção

Cleuci

Mãe de dois filhos e avó de um neto, Cleuci nasceu em Ajuricaba/RS, em 10 de outubro de 1959, e cursou a Faculdade de Direito de Santo Ângelo/RS. Complementou sua formação acadêmica com uma pós-graduação em educação pela Universidade Federal de Passo Fundo, outra em direito civil e processo civil pela Universidade Cândido Mendes, e ainda cursa MBA em Poder Judiciário pela Fundação Getúlio Vargas.

Depois de aprovada em concurso para a magistratura, Cleuci jurisdicionou as comarca de Alto Araguaia, Pontes e Lacerda, Diamantino e Cuiabá. Nesta última atuou na Nona Vara Criminal (Vara de Tóxicos), Primeira Vara da Infância e Adolescência e atualmente responde pela Terceira Vara Especializada da Fazenda Pública. Ela ainda conta pelo menos oito anos de experiência na área eleitoral.

Polegato

Polegato é casado, tem três filhos e quatro netos. Com 67 anos, ele é natural de Maracaju, Mato Grosso do Sul, e se formou na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em 1979. Durante seis anos militou como advogado até ser aprovado no concurso para ingresso na magistratura, em 1985.

A primeira comarca em que jurisdicionou foi Colíder, unidade judiciária instalada na mesma época. Depois, foi promovido para Cáceres, quando a comarca ainda figurava na categoria de Segunda Entrância e, quando a unidade foi elevada para a Terceira Entrância, o juiz também foi promovido, permanecendo na mesma jurisdição. Por fim, foi promovido para a Entrância Especial, em 1993, e atua em Cuiabá desde então. Atualmente responde como juiz convocado na Primeira Câmara Cível.

 

fonte MATO GROSSO NOTICIAS

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.144.209.143 - Responder

    Enock, muito nobre a sua forma de apresentar o perfil de cada, agora, Desembargador e Desembargadora. Você começa pela família de cada qual. Parabéns pela reportagem. Deus abençoe aos empossandos.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dez − 10 =