(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícias Civis de MT e do Pará prendem integrante de quadrilha de roubo de gado que agia no nordeste do estado

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

Ação conjunta entre as Policias Civis de Mato Grosso e Pará captura mais um integrante de quadrilha de roubo de gado em Confresa. A prisão de M.A.S. de 39 anos, realizada na noite desta segunda-feira (22) contou com a colaboração da Polícia Civil do Pará, que localizou o foragido na cidade de Redenção.

O suspeito estava com um mandado de prisão temporária expedido pela Comarca de Porto Alegre do Norte, após ter sido identificado nas investigações conduzidas pela Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Confresa como um dos integrantes da quadrilha que roubou 115 cabeças de bovinos de uma propriedade rural do município.

 

Ação integrada que recuperou o gado no dia 06 de fevereiro

O delegado Bruno Gomes Borges representou pela decretação da prisão do suspeito, que estava foragido desde que uma ação integrada das Polícias Civil e Militar prendeu os motoristas que faziam o transporte e recuperou o gado, no dia seguinte ao roubo.

O homem preso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Redenção e em seguida colocado à disposição do Poder Judiciário.

Com a prisão de mais um suspeito da associação criminosa que praticava roubos de gado na região, as investigações continuarão para a identificação de outros envolvidos no crime e a consequente responsabilização de todos pelos atos praticados.

Leia Também:  Polícia Civil doa 55 armas de fogo que atenderão o Sistema Socioeducativo

O delegado da Derf de Confresa ressalta que a integração entre as forças de segurança tem permitido alcançar resultados positivos no combate à criminalidade. “Mais uma vez, essa interação e compartilhamento de informações entre as Polícias do Pará e de Mato Grosso culminou em mais uma prisão dentre os envolvidos no grave crime de roubo recentemente praticado”, pontuou Bruno Gomes.

Entenda o caso

No dia 06 de fevereiro, uma ação integrada da Polícia Civil de Confresa e Polícia Militar de Vila Rica e do estado do Pará resultou na recuperação das 115 cabeças de gado roubadas de uma propriedade rural da região. Cinco motoristas de caminhões que realizavam o transporte dos animais foram presos em flagrante por receptação qualificada.

O roubo ocorreu na noite de sexta-feira (05.02) em uma fazenda a aproximadamente 60 quilômetros de Vila Rica, quando dez homens armados renderam funcionários da propriedade, os mantiveram amarrados e em cárcere privado até a manhã de sábado. Durante toda noite, os criminosos fizeram o embarque do gado, distribuído em cinco caminhões boiadeiros.

Leia Também:  Mulher suspeita de homicídio tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Sapezal

Assim que as equipes policiais foram acionadas sobre o roubo, iniciaram as diligências por toda a região para identificar possíveis rotas de fuga dos criminosos. Durante a apuração, uma equipe da Força Tática abordou o comboio de cinco caminhões, em uma estrada sentido ao Pará. Os caminhões estavam carregados com cabeças de bovinos, sendo três deles com 27 animais e outros dois com 17 cabeças. Em verificação dos animais, foi constatado através da marca se tratar do gado roubado da propriedade.

Cinco suspeitos conduziam os veículos foram detidos e conduzidos à Delegacia para as providências onde após serem interrogados pelo delegado Bruno Gomes Borges, foram autuados em flagrante por receptação qualificada por estarem no exercício da atividade profissional.

Os autores do roubo e demais são investigados pela Derf Confresa pelos crimes de associação criminosa e roubo majorado pelo emprego de arma de fogo, concurso de pessoas e restrição de liberdade da vítima.

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Operação de combate à receptação de celulares prende 14 pessoas com aparelhos de origem ilícita

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Quatorze pessoas foram presas em flagrante durante operação da Polícia Civil deflagrada na sexta-feira (26.02) pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG),com objetivo de combater o crime de receptação de aparelhos celulares de origem ilícita,

A operação “Receptador” foi finalizada nesta segunda-feira (01.03), com o cumprimento a 14 mandados de busca e apreensão domiciliar que resultaram na recuperação de 14 aparelhos celulares de diferentes marcas e modelos, todos de origem ilícita.

As ordens judiciais foram decretadas com base em investigações da Derf-VG que conseguiram identificar pessoas envolvidas com a receptação de celulares produtos de roubo/furto cometidos entre os meses de novembro de 2020 e janeiro de 2021.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, o trabalho operacional mostra a intensificação das diligências investigativas para combater o crime de receptação, responsável por fomentar os índices de roubo e furtos ocorridos na região metropolitana.

“O receptador é um criminoso covarde que financia a violência e por isso precisa ser fortemente combatido. O foco da operação é tentar minimizar o prejuízo das vítimas, que geralmente são abordadas a caminho do trabalho e tem o seu bem subtraído. Em muitos casos as vítimas ainda estão pagando as parcelas do aparelho que não poderão utilizar, ficando somente com o prejuízo”, disse.

Leia Também:  Policiais civis da Regional de Confresa recebem novas pistolas Glock 19

Crime e pena

O crime de receptação está previsto no artigo 180 do Código Penal Brasileiro (adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte. Pena de reclusão de 1 a 4 anos, e multa).

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA