(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Policial percorre 51 quilômetros em promessa pela recuperação de parceiro de profissão

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma promessa feita pela recuperação da saúde do seu colega de profissão, levou o investigador de polícia André Pompeu Negri percorrer 51 quilômetros, no trajeto de Cuiabá a Chapada dos Guimarães. A promessa feita no ano passado pela cura do policial civil Rony Cley Caetano da Silva que passou 38 dias internado devido a complicações da Covid-19.

Lotados na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, os policiais possuem seis anos de profissão e são mais que colegas, parceiros de equipe. No mês de junho de 2020 os parceiros foram infectados pela Covid-19 e enquanto André Pompeo apresentou manifestações leves, Rony Cley sofreu com complicações da doença sendo internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital da capital.

Devido às dificuldades respiratórias, o policial precisou ser entubado, sendo realizado tratamento com antibióticos, além da necessidade de hemodiálise devido ao agravamento da função renal. Dos dias em que ficou hospitalizado, 15 deles ficou entubado, tendo que passar por traqueostomia.

Leia Também:  Polícia Civil de MT prende foragido da Justiça do Paraná

Preocupado com a saúde do amigo que se agravava, André fez uma promessa pela recuperação de Rony. de que correria um quilômetro para cada dia que o parceiro ficasse hospitalizado. Após 38 dias de internação na Capital de Mato Grosso e ainda bastante debilitado, Rony Cley venceu a covid-19 e recebeu alta da unidade de saúde.

Após a recuperação do parceiro, André começou a se preparar fisicamente para cumprir a promessa. Foram meses de preparação, e o percurso da corrida realizado pelo investigador foi além do prometido, completando 51 quilômetros percorridos quilômetros na Rodovia Emanuel Pinheiro – MT 251, iniciando na região do Coxipó do Ouro até a cidade de Chapada dos Guimarães.

Para o investigador, a amizade e a cura do amigo foi o maior incentivo para o cumprimento da promessa. “Posso dizer que não existe melhor combustível para realizar uma maratona que a amizade verdadeira e ter o meu parceiro recuperado e com saúde para muitas missões que ainda vamos enfrentar juntos”, disse.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra foragido da Justiça de Rondonópolis

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA