(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Policiais civis prendem em flagrante suspeito de usar documentos falsos para obter empréstimos

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (26.11), usando documentos falsos para abrir contas e tentar obter empréstimos em uma cooperativa de crédito bancário.

No momento do flagrante, ele ainda tentou oferecer vantagem aos policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) para que não fosse preso, o que caracterizou o crime de corrupção ativa.

Conforme a apuração da unidade policial, o suspeito, de 54 anos,e usando documentos falsos abriu contas bancárias na Coperativa de Crédito Sicoob para aquisição de empréstimos, na agência localizada no centro de Várzea Grande.

Depois de monitorar o suspeito, os policiais da GCCO o abordaram quando ele saía da agência da cooperativa. Ao solicitar que apresentasse um documento pessoal, o homem entregou uma identificação aparentemente falsa e, espontaneamente, confessou que utilizava o documento para abertura de conta com o fim de obter linha de crédito.

Ao ser informado que seria conduzido para a delegacia, ele tentou oferecer vantagem indevida à equipe policial. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido à GCCO.

Leia Também:  Polícia Civil intensifica o combate à criminalidade, prende suspeitos e apreende grande quantidade de drogas

Durante interrogatório, ele permaneceu em silêncio. Com ele foram apreendidos diversos documentos de identidades em nomes de terceiros,além de cráchás funcionais de empresas.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira autuou o suspeito em flagrante pelos crimes de corrupção ativa e uso de documento falso. Após a finalização do procedimento na delegacia, o suspeito foi encaminhado para exame de corpo de delito e depois será apresentado em audiência de custódia da Justiça.

O procedimento do flagrante será remetido à Delegacia Especializada de Estelionato para sequência da investigação.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Policiais civis apreendem madeira ilegal e veículos em área de reserva indígena, em Comodoro

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil apreendeu no último fim de semana uma camionete e um trator escondidos em uma área onde foram encontrados resquícios de retirada ilegal de madeira, dentro de uma reserva indígena, no município de Comodoro.

A Delegacia de Comodoro recebeu denúncias de que em uma área da reserva indígena Vale do Guaporé, a oeste de Comodoro, havia estradas abertas para a retirada de madeira. A equipe de investigação contou com a ajuda de um drone para sobrevoo na mata em busca de indícios de remoção de madeira da reserva.

Em um determinado ponto,foi localizada, escondida entre a vegetação, uma caminhonete D10 branca e um trator sem identificação, comumente utilizado para arrastar toras derrubadas. No mesmo dia, após incursão em trilhas na região, a equipe policial localizou outras entradas e duas esplanadas contendo madeiras em lascas e descascadas da espécie Aroeira.

Esse tipo de madeira tem alto valor comercial e são vendidas para a construção de cercas e currais. Todo o material e os veículos foram removidos e depositados no pátio da Secretaria de Obras do município. A equipe permanece com as investigações para apurar os possíveis autores do crime ambiental.

Leia Também:  Polícia Civil adota medida emergencial e Justiça autoriza administração temporária da carceragem do Fórum de Cuiabá

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA