(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil recupera veículo apropriado de locadora e que seria levado para Bolívia

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um veículo apropriado indevidamente de uma locadora de automóveis da cidade de Presidente Prudente (SP) e que possivelmente seria levado para a Bolívia foi recuperado pela Polícia Civil, na segunda-feira (17.05), em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá). O veículo estava em posse de um suspeito que conseguiu fugir durante perseguição policial. 

Os policiais civis da Delegacia de Vila Bela estavam em diligências quando avistaram o veículo Jeep Renegade, conduzido por um suspeito já conhecido da Polícia, realizando a sua abordagem. No momento em que a equipe solicitou que o investigado descesse do veículo, ele empreendeu fuga em alta velocidade, jogando o automóvel para cima de um dos policiais.

Imediatamente os investigadores retornaram para a viatura e iniciaram a perseguição do suspeito que abandonou o veículo em uma estrada que dá acesso a Bolívia e saiu correndo pelo matagal nas margens da estrada. Os policiais fizeram a varredura na região, porém o suspeito que conduzia o veículo não foi localizado.

Leia Também:  Polícia Civil encerra ciclo de ações do Agosto Lilás com palestra e reunião em Cocalinho

Segundo o delegado de Vila Bela, João Paulo Berté, em contato com a locadora de Presidente Prudente, foi informado que a entrega do veículo estava prevista para o dia 06 de maio, porém até o momento não teria sido devolvido e além de ter o seu o rastreador cortado.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia Também:  Mais dez foragidos da Justiça por crimes sexuais são localizados e presos pela Polícia Civil

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA