(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil recebe homenagem do Conseg de Rondonópolis e fortalece parcerias com federação

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria da Polícia Civil recebeu nesta segunda-feira (15.02) representantes da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança de Mato Grosso (Feconseg-MT).

O presidente da Feconseg, Danilo Corrêa de Moraes e dos Consegs de Brasnorte, de Rondonópolis e de Cuiabá agradeceram à Polícia Civil pelo esclarecimento do latrocínio que vitimou Valdir Farinha, presidente do Conseg de Rondonópolis, ocorrido em fevereiro de 2020.

A Feconseg prestou uma homenagem aos diretores Mário Dermeval de Resende (delegado-geral), Gianmarco Pacola Capoani (delegado-geral adjunto) e Walfrido Nascimento (diretor de Interior).

“Esta é uma uma forma de dizer muito obrigado ao trabalho executado pela Polícia Civil de Rondonópolis, que chegou ao esclarecimento dos envolvidos no latrocínio do Valdir Farinha. E também buscamos fortalecer laços entre a Feconseg, os conselhos dos municípios e a Polícia Civil, que tem mostrado um grande trabalho em Mato Grosso e queremos continuar sendo parceiros da instituição”, disse o presidente da Feconseg-MT, Danilo Moraes, que apontou ainda a ideia de atuar em parceria com a Polícia Comunitária no interior do estado.

Leia Também:  Membro da cúpula de uma organização criminosa procurado pela Justiça é preso em Rondonópolis

Participaram também da entrega da homenagem aos diretores da Polícia Civil as representantes dos Consegs de Rondonópolis, de Brasnorte, do Jardim Vitória, em Cuiabá; Elisângela Farinha (esposa de Valdir Farinha); o coordenador da Polícia Comunitária, investigador Gaspar Figueiredo.

Crime – Valdir Pereira Farinha, 60 anos, foi morto na porta de sua residência, no bairro Monte Líbano, no dia 13 de fevereiro do ano passado. Ele estava com a esposa e amigos na porta da casa, quando um homem chegou a pé, sacou uma arma e anunciou o roubo de um veículo que estava parado no local. A vítima que possuía uma arma na cintura reagiu e foi baleada, assim como um amigo que estava com ele.

A investigação foi realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis e chegou à identificação e responsabilização dos envolvidos no latrocínio.

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia Também:  Polícia Civil prende traficante e cumpre mandado de prisão contra foragido da Justiça de Rondônia

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA