(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil prende três pessoas envolvidas em tortura em Barra do Bugres

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil de Barra do Bugres identificou e prendeu três pessoas envolvidas em uma ocorrência de tortura praticada contra uma mulher no mês de janeiro.

Após investigações da Delegacia de Barra do Bugres, os policiais civis chegaram à identificação de dois homens e uma mulher que praticaram o crime. Com as informações coletadas, o delegado Rodolpho Bandeira representou à Justiça pela prisão dos envolvidos.

 No dia 16 de janeiro, uma mulher foi torturada depois se obrigada a entrar em um veículo ocupado por quatro pessoas. Ela foi levada a uma região de mata distante da cidade e no local sofreu violentas agressões físicas pelos quatro suspeito que utilizaram pedaços de madeira e facão. Os agressores disseram para a mulher que se tratava de um “salve” a mando de uma facção criminosa.

Após ser espancada pelo grupo, a mulher foi abandonada desacordada e foi encontrada por populares no dia seguinte, com o rosto coberto de sangue, um corte profundo na cabeça e hematomas pelo corpo. A Polícia Militar e encaminhou a mulher para atendimento médico.

Leia Também:  Polícia Civil prende trio envolvido na prática de golpes pela internet em Cuiabá

A Polícia Civil iniciou as investigações colhendo informações com a vítima. Durante a apuração, os policiais conseguiram identificar três pessoas suspeitas de participar da tortura.

Diante das evidências, o delegado representou pelas prisões, que foi deferida pelo juízo local. O primeiro suspeito teve o mandado de prisão cumprido em 24 de fevereiro. Já a segunda suspeita foi localizada em uma residência, apontada como ponto de venda de drogas, no dia 03 de março.

O terceiro suspeito foi localizado pela equipe de investigadores na tarde de sexta-feira, 23 de abril, enquanto transitava com seu veículo, o mesmo utilizado pelo grupo para cometer o crime.

Os três estão detidos em unidades prisionais respectivas. As investigações continuam para identificar demais envolvidos no crime.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia Também:  Polícia Civil prende trio envolvido na prática de golpes pela internet em Cuiabá

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA