(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil prende suspeitos de receptação e recupera objetos furtados avaliados em mais de R$ 20 mil

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

Ferramentas e equipamentos eletrônicos furtados, avaliados em mais de R$ 20 mil, foram recuperados pela Polícia Civil em Rondonópolis, na tarde desta quinta-feira (10.06). Na ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), duas pessoas foram presas pelo crime de receptação.

Entre os presos estão mulher de 36 anos e um jovem de 19 anos que estavam ocultando em suas respectivas residências objetos diversas ferramentas furtadas. Os objetos recuperados são provenientes de dois furtos ocorridos na cidade. Um deles foi a uma empresa localizada na BR-364, na madrugada do dia 09 de junho.

A investigação aberta pela equipe da DERF para apurar o furto levou os investigadores a uma residência no bairro Pedra 90, onde foram localizados um macaco hidráulico, um cpu e um monitor.

Ainda em continuidade as buscas na residência foram encontradas uma máquina de solda e outras ferramentas furtadas, além de uma porção de maconha. Questionada sobre os produtos, a suspeita disse que havia comprado porém não soube explicar a origem.

Leia Também:  Homem é preso em flagrante após sessão de tortura e cárcere privado contra mulher e filhos, em Primavera do Leste

Em continuidade as diligências, os policiais foram até a outra casa no mesmo bairro onde estariam outros produtos. No local, foi encontrado um balde preto com várias ferramentas, computadores, miniaturas de carros de coleção, R$ 200 em dinheiro, além de uma vasilha de plástico com resquícios de maconha e uma balança de precisão.

Diante dos fatos, os dois suspeitos foram conduzidos à Derf Rondonópolis onde após serem interrogados pelo delegado João Paulo Praisner, foram autuados em flagrante pelo crime de receptação. O delegado não arbitrou fiança aos suspeitos que foram colocados à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Menor envolvido em roubos, tentativa de homicídio e estupro de vulnerável tem mandado de internação cumprido em Poconé

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um adolescente de alta periculosidade envolvido em diversos atos infracionais na cidade de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) teve o mandado de internação cumprido, nesta quinta-feira (24.06), no município. A ordem de internação expedida com base nas investigaões da Polícia Civil foi cumprida pela equipe da Polícia Militar.

O menor de 17 anos teve o envolvimento identificado em casos de roubo com cárcere privado, roubo de gado, estupro de vulnerável, aborto, tentativa de homicídio todos ocorridos em Poconé.  

O adolescente foi identificado como um dos autores do roubo em uma propriedade rural de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao sul de Cuiabá) em que funcionários e suas famílias foram feitas reféns, trancados em um cômodo por aproximadamente 19 horas.

Do local foram roubados 82 cabeças de gado, cada uma avaliada em torno de R$ 2,5 mil,  localizadas e recuperadas pelos policiais civis e militares poucas horas depois do crime.

O menor também foi identificado como o autor de estupro de vulnerável contra uma adolescente, de 13 anos, que engravidou do suspeito. O caso ficou conhecido na cidade após a menor sofrer um aborto e o feto ser jogado no quintal da casa.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que convivia maritalmente com menor após induzi-la a fugir da casa de avó

O adolescente ainda estaria envolvido em crime de roubo com restrição de liberdade da vítima cometido contra o dono de supermercado em Poconé e em uma tentativa de homicídio, em que a vítima foi alvejada com três disparos de arma de fogo.

Com base nas investigações da Delegacia de Poconé, foi expedido pelo Ministério Público o mandado de internação do menor, por envolvimento no roubo com restrição de liberdade da vítima. O mandado judicial foi expedido na noite de quarta-feira (23), sendo imediatamente cumprida pela Polícia Militar.

Segundo o delegado, Maurício Pereira Maciel, o menor foi ouvido pela participação no roubo e também pela atuação nos demais atos infracionais. “Ele tem outras ordens judiciais representadas, pelo envolvimento nos outros casos, porém ainda não foram expedidas pela Justiça”, disse o delegado.

Após os procedimentos, o adolescente foi encaminhado para Complexo Socioeducativo do Pomeri, onde foi conseguida a vaga para internação do menor infrator.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA