(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil prende envolvidos em roubo em restaurante na BR 070 em que vítima foi agredida

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

Três criminosos envolvidos em um roubo ocorrido em restaurante na BR 070 em que a vítima ficou gravemente ferida foram presas em flagrante pela Polícia Civil, na quinta-feira (23.09), em ação dos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) realizada imediatamente após a comunicação do crime.

A ação resultou na recuperação de um veículo, uma arma de fogo, um simulacro e munições calibre 44.

As diligências iniciaram após os policiais da Derf receberem informações de que o dono do estabelecimento comercial localizado no km 33, na BR 070, sentido General Carneiro, havia sido roubado e sofrido graves lesões corporais durante o assalto.

Segundo as informações, três suspeitos chegaram ao local e pediram duas cervejas e na primeira oportunidade anunciaram o assalto, apresentando as armas de fogo. A vítima foi levada para o interior da residência, que fica no mesmo local, onde foi agredida pelos criminosos, ficando com cortes profundos na cabeça e ferimentos por todo corpo.

Leia Também:  Mulher suspeita de homicídio tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Sapezal

A violência tinha como objetivo descobrir onde estariam objetos de valor e armas de fogo. Após os atos de crueldade, a vítima foi amarrada e trancada no quarto, enquanto os criminosos fugiram, levando dinheiro, armas, munições e o automóvel VW Gol da vítima.

Assim que a equipe da Derf Barra do Garças foi acionada do roubo, os investigadores iniciaram as investigações para identificar e prender os autores do crime. As primeiras diligências trouxeram para investigação, evidências que levaram à localização do automóvel da vítima, abandonado na estrada que dá acesso ao distrito de Voadeira. Roupas sujas de sangue foram abandonadas no meio do mato, próximo ao carro.

Em seguida, as investigações resultaram na identificação de um dos envolvidos no roubo que na sequência, foi localizado, em uma residência no bairro São José. Com a prisão do suspeito, os policiais conseguiram chegar aos demais envolvidos e ao final do dia, a equipe da Derf consagrou a prisão de três dos quatro envolvidos no roubo. Com eles, foi apreendida uma carabina, um simulacro de arma de fogo e 10 munições calibre 44.

Leia Também:  Polícia Civil esclarece furto de gado com prisão de suspeito e identificação de associação criminosa

Os suspeitos foram conduzidos à Derf onde foram interrogados pelo delegado, Nelder Martins Pereira, que ratificou a prisão em flagrante dos envolvidos, convencido dos indícios de autoria e provas de materialidade. Os suspeitos responderão pelos crimes de roubo majorado sendo posteriormente colocados à disposição da Justiça de Barra do Garças.

Segundo o delegado titular da Derf Barra do Garças Nelder Martins Pereira, o quarto criminoso foi identificado e qualificado. “O histórico de vida pregressa demonstra que todos os envolvidos têm um perfil criminoso de violência e crueldade, o que caracteriza a frieza nos atos de agressões que lesionaram a vítima”, pontuou o delegado.

“As diligências continuam em andamento para localizar e prender o quarto suspeito, dando uma resposta rápida ao crime grave, de extrema violência praticada contra vítima”, concluiu Nelder.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

EMANUEL PINHEIRO AFASTADO: Operação Capistrum cumpre medidas contra gestores da prefeitura de Cuiabá

Publicados

em

 

Assessoria/Polícia Civil-MT 

O Ministério Público, por meio do Núcleo de Ações de Competência Originária (NACO), e a Polícia Civil cumpriram nesta terça-feira (19.10), dentro da Operação Capistrum, medidas cautelares criminais de busca e apreensão e sequestro de bens em desfavor do prefeito de Cuiabá e sua esposa, do chefe de gabinete da prefeitura, da secretária-adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos e do ex-coordenador de Gestão de Pessoas. A decisão judicial também determinou o afastamento da função pública em relação ao prefeito e aos servidores e a prisão temporária do chefe de gabinete.

As decisões são oriundas de investigações originadas no Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de Cuiabá relacionadas a ilícitos apurados na Secretaria Municipal de Saúde.

Os pedidos foram acolhidos pelo Tribunal de Justiça no âmbito do procedimento de nº 47.520/2021, que corre em segredo de justiça.

O Gaeco e a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção da Polícia Civil prestaram apoio no cumprimento dos mandados judiciais.

Além da medida criminal determinada pelo Tribunal de Justiça, o Ministério Público propôs, através do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, ação cível por ato de improbidade administrativa visando a aplicação das sanções da lei de improbidade, bem como apresentou pedidos de indisponibilidade de bens e afastamento de agentes públicos.

Leia Também:  Duas pessoas da mesma família são presas por violência doméstica e posse de arma em Comodoro

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA