(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil investiga mulher que se passava por médica em hospitais da Capital

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher que se passava por médica em hospitais de Cuiabá foi abordada pela Polícia Civil, na manhã desta segunda-feira (22.02), em ação da Delegacia Especializada do Consumidor (Decon). No momento da abordagem, a jovem, de 19 anos, estava vestida de jaleco branco e se apresentava como médica pediatra para pacientes e médicos, em um hospital localizado no bairro Santa Helena, em Cuiabá.

Os policiais da Decon acompanhavam a movimentação da mulher há alguns dias e conseguiram informações de que a jovem se apresentava como médica formada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e dizia que trabalhava em unidades de saúde como Hospital Metropolitano, Hospital Geral e Hospital Júlio Muller.

Em uma rede social, a jovem postava fotos com jaleco e protetor facial se apresentando como profissional da saúde, além de marcar marcava médicos e hospitais e pedia a Deus que fizesse das mãos dele as suas.

As investigações também apontaram que a jovem esteve na cidade de Juína há alguns dias, ocasião em que novamente se passou por médica, conversando com pacientes e médicos.

Leia Também:  Mulher de 38 anos é presa em flagrante com drogas para venda em bairro de Rondonópolis

Segundo o delegado da Decon, Rogério Ferreira, ao ser ouvida na Polícia Civil, a mulher disse que passou a fantasiar que era médica, após ter namorado um advogado e fiz isso para não ficar por baixo do seu ex. “Durante a oitiva ela disse que tem familiares com esquizofrenia e está se tratando com uma psicóloga”, disse o delegado.

As investigações continuam para apurar se a mulher apresentou documentos falsos em hospitais ou clínicas de Cuiabá ou de Juína, e se ela chegou a atender pacientes ou a cobrar para prestar serviços na área da saúde ou influenciar no atendimento de doentes em hospitais.

 

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil por homicídio qualificado e lesão corporal

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Matupá (695 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante nesta sexta-feira (26) um homem de 25 anos, apontado como autor de um homicídio ocorrido horas antes na cidade.

A Delegacia do município foi comunicada de que uma pessoa deu entrada no hospital de Matupá com ferimentos provocados por arma cortante e apurou que a vítima foi a óbito, antes mesmo de conseguir qualquer declaração.

Diante das poucas informações, a equipe de investigação se dirigiu até o local onde ocorreu a agressão e localizou um pedaço de uma faca e um capacete, ambos utilizados para agredir a vítima.

A vítima foi posteriormente identificada como Jair Alves Pereira, de 27 anos, e encontrada caída no início da manhã, em frente a um estabelecimento comercial no bairro União.

Foram realizadas outras diligências e os policiais localizaram testemunhas do crime e também outra vítima que teria sido agredida pelo suspeito. Com base nas características obtidas do suspeito, a equipe policial realizou levantamentos e conseguiu chegar à identidade dele.

Leia Também:  Reincidente em agressão, homem é preso em Cuiabá após representação da Polícia Civil

O homem foi abordado em sua residência, quando se preparava para fugir. Encaminhado à delegacia, ele foi autuado em flagrante pelo delegado Waner dos Santos Neves pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e lesão corporal dolosa.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA