(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil incinera uma tonelada de entorpecentes apreendidos em seis meses em Rondonópolis

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Rondonópolis realizou nesta quinta-feira (10.06) a primeira incineração de entorpecentes do ano. Nos fornos de uma empresa no Distrito Industrial do município, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos organizou a incineração de uma tonelada de drogas, entre maconha e cocaína.

Com acompanhamento da Vigilância Sanitária e representantes do Ministério Público, Poder Judiciário e a imprensa local foram queimados entorpecentes apreendidos pelas forças de segurança do município no período entre dezembro do ano passado até início de junho deste ano.

O entorpecente é liberado para incineração após realização de perícia oficial e autorização judicial. A quantidade de droga incinerada nesta quarta-feira em um armazém de soja foi possível secar aproximadamente 300 mil toneladas do grão.

O delegado da Derf de Rondonópolis, Santiago Rozendo Sanches, explica que a incineração faz parte da Operação Narco Brasil, uma ação integrada iniciada na última semana pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública na prevenção, inteligência e repressão ao tráfico de drogas em todo o país.

Leia Também:  Diretoria-geral apresenta projetos estruturais e produtos tecnológicos a regional do médio-norte

A Narco Brasil é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas, com atuação das polícias Civis e Militares das unidades da federação e parceria com a Secretaria Nacional de Política sobre Drogas, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Menor envolvido em roubos, tentativa de homicídio e estupro de vulnerável tem mandado de internação cumprido em Poconé

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um adolescente de alta periculosidade envolvido em diversos atos infracionais na cidade de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) teve o mandado de internação cumprido, nesta quinta-feira (24.06), no município. A ordem de internação expedida com base nas investigaões da Polícia Civil foi cumprida pela equipe da Polícia Militar.

O menor de 17 anos teve o envolvimento identificado em casos de roubo com cárcere privado, roubo de gado, estupro de vulnerável, aborto, tentativa de homicídio todos ocorridos em Poconé.  

O adolescente foi identificado como um dos autores do roubo em uma propriedade rural de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao sul de Cuiabá) em que funcionários e suas famílias foram feitas reféns, trancados em um cômodo por aproximadamente 19 horas.

Do local foram roubados 82 cabeças de gado, cada uma avaliada em torno de R$ 2,5 mil,  localizadas e recuperadas pelos policiais civis e militares poucas horas depois do crime.

O menor também foi identificado como o autor de estupro de vulnerável contra uma adolescente, de 13 anos, que engravidou do suspeito. O caso ficou conhecido na cidade após a menor sofrer um aborto e o feto ser jogado no quintal da casa.

Leia Também:  Polícia Civil prende mulher envolvida em crime de tortura em Alto Araguaia

O adolescente ainda estaria envolvido em crime de roubo com restrição de liberdade da vítima cometido contra o dono de supermercado em Poconé e em uma tentativa de homicídio, em que a vítima foi alvejada com três disparos de arma de fogo.

Com base nas investigações da Delegacia de Poconé, foi expedido pelo Ministério Público o mandado de internação do menor, por envolvimento no roubo com restrição de liberdade da vítima. O mandado judicial foi expedido na noite de quarta-feira (23), sendo imediatamente cumprida pela Polícia Militar.

Segundo o delegado, Maurício Pereira Maciel, o menor foi ouvido pela participação no roubo e também pela atuação nos demais atos infracionais. “Ele tem outras ordens judiciais representadas, pelo envolvimento nos outros casos, porém ainda não foram expedidas pela Justiça”, disse o delegado.

Após os procedimentos, o adolescente foi encaminhado para Complexo Socioeducativo do Pomeri, onde foi conseguida a vaga para internação do menor infrator.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA