(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil e Sema fecham garimpo por degradação ao meio ambiente em Poconé

Publicados

A sociedade contra o crime

Uma operação conjunta com objetivo de checar denúncias de desmatamento ilegal na área de uma mineradora e de um garimpo no município de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) foi deflagrada pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) com apoio da Delegacia de Poconé, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Quatro pessoas que estavam atuando com desmatamento e extração ilegal de ouro responderão por crime ambiental. A ação resultou ainda no fechamento de um garimpo da região.

A operação denominada “Guardiões do Pantanal” foi deflagrada após denúncia de degradação ambiental recebida pela Dema em uma mineradora e em um garimpo ilegal na região do município de Poconé. Com base nas denúncias, 12 agentes entre policiais civis e servidores da Sema e Politec fiscalizaram a região, não sendo confirmada a denúncia de desmatamento em relação à mineradora.

Em diligências na área de garimpo, após perícia, foi constatado o desmatamento e a extração ilegal de ouro no local, sendo encontrados maquinários que estavam sendo utilizados para a degradação do meio ambiente.

Leia Também:  Foragido com três mandados de prisão por roubo e homicídio é preso pela Polícia Civil no interior

No local, foram apreendidos dois motores estacionários e uma escavadeira hidráulica. Outros dois motores estacionários utilizados para extração do ouro foram destruídos em razão da dificuldade de retirada de dentro da área de escavação. O garimpo foi embargado e fechado pelas equipes responsáveis pela operação.

Quatro funcionários que estavam no local foram conduzidos à Delegacia de Poconé, onde assinaram o Termo Circunstanciado de Ocorrência por crime ambiental. As investigações seguem em andamento e o responsável pelo garimpo e outros envolvidos responderão em inquérito policial pela prática do crime.

A Delegada, Liliane Murata, afirma que essa é rotina da DEMA e que sim a DEMA atuará dentro de sua competência no combate aos ilicitos ambientais com foco na colaboração e preservação bioma pantaneiro matorgrossense.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Autor de homicídio em Arenápolis é preso em flagrante pelo Polícia Civil

Publicados

em

Um homem apontado como autor do homicídio ocorrido na noite de quarta-feira (27.07), no município de Arenápolis (258 km a médio norte de Cuiabá), foi preso em flagrante pela Polícia Civil, durante atendimento da ocorrência.

Os investigadores de Arenápolis foram informados sobre uma situação de tortura e de homicídio por meio de arma cortante, que vitimou a pessoa de José Augusto Rodrigues de Souza, 20 anos.

Imediatamente a equipe acompanhada do delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, foram até o hospital onde a vítima havia dado entrada, porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Em seguida, os policiais civis foram até o local dos fatos para obterem mais detalhes acerca do ocorrido. Durante entrevista com populares foi possivel qualificar o autor do homicídio, o qual foi localizado nas proximidades, sentado em frente de uma residência.

O suspeito foi levado até a Delegacia de Arenápolis, e no interrogatório assumiu o crime. Ele alegou que foi cercado por três indivíduos de uma facção rival, e passou a ser espancado com capacetes e uma mangueira, momento em que conseguiu sacar uma faca e golpeou a vítima.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que tentava abrir conta bancária usando documento falso

Conforme o delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, os indícios apontam que o homicídio decorreu da legítima defesa, pelo fato que os três homens na função de “disciplina” dariam um salve no suspeito.

Após a confecção dos autos, o preso será apresentado e colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA