(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil cumpre prisões contra pai e dois filhos procurados pelo Estado do Alagoas por homicídio

Publicados

A sociedade contra o crime

Um pai e dois filhos foragidos do Estado do Alagoas pelo crime de homicídio, foram presos pela Polícia Civil de Mato Grosso, na quinta-feira (30.06), no município de Barra do Bugres (167 km a médio norte de Cuiabá).

Os três procurados foram presos pela equipe do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Tangará da Serra, em cumprimento de três mandados de prisões preventivas decretados pela Justiça da Comarca de Atalaia (AL).

O crime ocorreu em dezembro de 2012, no Assentamento São Luiz, Povoado Ouricuri, zona rural da cidade de Atalaia, no Alagoas. A vítima era ex-genro e ex-cunhado, respectivamente, dos envolvidos, e foi morta por disparo de arma de fogo e golpes de facão.

As diligências iniciaram após a Delegacia Regional de Tangará da Serra ser acionada pelo Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas, para dar apoio na apuração do possível padeiro dos suspeitos na região. 

Diante das informações repassadas, os policiais civis do NI de Tangará da Serra conseguiram localizar os integrantes da família em uma residência no bairro Alvorecer, na cidade de Barra do Bugres.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre prisão de homem por estupro de vulnerável de filha de enteado

O pai, com 68 anos hoje, e os filhos com 29 e 27 anos, foram conduzidos até a delegacia para as providências em cumprimento das prisões. Em seguida eles foram levados para Cadeia Pública de Barra do Bugres à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Autor de homicídio em Arenápolis é preso em flagrante pelo Polícia Civil

Publicados

em

Um homem apontado como autor do homicídio ocorrido na noite de quarta-feira (27.07), no município de Arenápolis (258 km a médio norte de Cuiabá), foi preso em flagrante pela Polícia Civil, durante atendimento da ocorrência.

Os investigadores de Arenápolis foram informados sobre uma situação de tortura e de homicídio por meio de arma cortante, que vitimou a pessoa de José Augusto Rodrigues de Souza, 20 anos.

Imediatamente a equipe acompanhada do delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, foram até o hospital onde a vítima havia dado entrada, porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Em seguida, os policiais civis foram até o local dos fatos para obterem mais detalhes acerca do ocorrido. Durante entrevista com populares foi possivel qualificar o autor do homicídio, o qual foi localizado nas proximidades, sentado em frente de uma residência.

O suspeito foi levado até a Delegacia de Arenápolis, e no interrogatório assumiu o crime. Ele alegou que foi cercado por três indivíduos de uma facção rival, e passou a ser espancado com capacetes e uma mangueira, momento em que conseguiu sacar uma faca e golpeou a vítima.

Leia Também:  Polícia Civil inicia primeira etapa para construção da nova Delegacia de Canarana

Conforme o delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, os indícios apontam que o homicídio decorreu da legítima defesa, pelo fato que os três homens na função de “disciplina” dariam um salve no suspeito.

Após a confecção dos autos, o preso será apresentado e colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA