(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil cumpre prisão de autor de crime de tortura e homicídio em Rosário Oeste

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um dos autores de um bárbaro homicídio ocorrido em Rosário Oeste (128 km ao norte de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na tarde de terça-feira (20.07). O crime ocorreu em 2020, sendo filmando pelos suspeitos que torturaram a vítima antes da morte.

O suspeito de 25 anos teve o mandado de prisão preventiva expedida pela Vara Única do município, após ser identificado nas investigações da Polícia Civil.

O suspeito foi abordado pelos policiais civis da Delegacia de Rosário Oeste em uma residência no bairro Santa Izabel. No momento da prisão, a esposa do procurado tentou impedir a ação policial.

De acordo com as investigações, em maio de 2020 o investigado na companhia de mais dois comparsas cometerem um crime de tortura seguido de homicídio qualificado, vitimando a pessoa de Thaison Silva de Morais, de 26 anos.

A ocorrência causou indignação e chocou a população, em razão dos autores terem arrancado o coração da vítima, sendo todo crime filmado e posteriormente divulgado nas redes sociais. O suspeito é réu e responde na Justiça processos criminais por homicídio qualificado, vilipêndio a cadáver, associação para o tráfico de drogas e por integrar organização criminosa.

Leia Também:  Polícia Civil prende padrasto e apreende primo que abusavam sexualmente de vítima em Poconé

Durante diligências para localizar o paradeiro do foragido, os policiais civis descobriram que ele estava em uma casa no bairro Santa Izabel. Com base na informação, os policiais foram até o endereço, onde foi recebida pela esposa do suspeito. A mulher de 30 anos tentou impedir a ação, desacatando e tentando agredir os policiais, sendo então detida junto ao jovem.

Na Delegacia de Polícia a conduzida foi ouvida pelo delegado Gustavo Godoy Alevado e autuada em flagrante por desobediência, resistência e desacato. Já o suspeito preso em cumprimento ao mandado de prisão.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Polícia Comunitária prestigia aniversário de quatro anos de menina que sonha em ser policial civil

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Apaixonada pela Polícia Civil e com o sonho de se tornar policial um dia, a pequena Maria Laura Carvalho teve uma surpresa especial preparada pela equipe da Polícia Comunitária no dia do seu aniversário de quatro anos, comemorado na última sexta-feira (23.07).

Inspirada pela tia e madrinha, Dayane Carvalho, que é investigadora de polícia, Maria Laura pediu como decoração de sua festa o tema Polícia Civil. E ela também pediu para estar uniformizada como policial civil durante toda comemoração. 

 

Porém, a surpresa principal aconteceu no meio da festa, quando duas viaturas da Polícia Civil com sirenes e giroflexs ligados chegaram na frente da residência da aniversariante e os policiais da equipe da Polícia Comunitária da Polícia Civil chamaram por Maria Laura. 

“Nós ficamos sabendo que você quer ser policial civil e ficamos muitos felizes pela sua escolha. Queremos desejar a você toda a felicidade do mundo e que Deus abençoe todos os seus planos de vida”, disse o policial Amilton, que foi o primeiro a cumprimentar a aniversariante.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre prisão de homem suspeito de abusar do próprio filho em Sorriso

A partir de então, foram vários momentos de alegria como cantar parabéns em frente às viaturas, entrega de presente e as fotografias ao lado dos policiais. 

Segundo os pais da menina, Thiago de Souza e Jacqueline Carvalho de Souza, não só Maria Laura, mas também sua irmã Cecília amam a Polícia Civil e quando veem uma viatura fazem a maior festa. “Sempre ensinamos que a polícia nos protege dos bandidos, são do bem e os bandidos do mal. Ela ficou extremamente feliz e temos certeza de que essa boa experiência será única e marcante para ela”, disseram. 

Para investigadora Dayane Carvalho, a presença da equipe da Polícia Comunitária trouxe mais alegria à festa e realizou um sonho da sobrinha. “Ela estava tão ansiosa pelo dia do seu aniversário e com a presença dos policiais, a comemoração não poderia ter sido melhor”, destacou. 

Para comemorar os quatro anos de Maria Laura participaram da festinha a equipe da Polícia Comunitária os policiais Amilton Machado, Laura Lea, Nilton Cardoso, Pedro Portilho, Edson Valin e Luis Seixas.

Leia Também:  Registros de crimes de feminicídio reduzem 30% em Mato Grosso

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA