(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Polícia Civil alinha parceria com Prefeitura para construção de Complexo da Polícia em Tangará da Serra

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria Geral da Polícia Civil reuniu na manhã desta terça-feira (14.09) com a equipe da Prefeitura de Tangará da Serra para tratar sobre a aquisição do terreno e elaboração do projeto executivo do Complexo da Polícia Civil, onde serão instaladas as seis delegacias do município.

Além da reunião realizada no Executivo Municipal, as autoridades, entre elas o delegado-geral, Mário Dermeval, o diretor de Interior, Walfrido Frankim do Nascimento e o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson, visitaram o terreno onde será construindo o complexo, localizado em um bairro nobre da cidade.

Nas tratativas ficou estabelecida por parte da Prefeitura de Tangará da Serra o Termo de Cooperação, em que o Município disponibilizará o terreno de 7.500 m² e o projeto executivo completo da obra.

Através de convênio com o Governo do Estado, o recurso destinado para que a construção do complexo já no ano de 2022, uma vez que em 2021 será finalizado o projeto executivo da obra.

Na área, localizada próximo ao Hospital Municipal, funcionarão todas as unidades da Polícia Civil de Tangará da Serra, incluindo Delegacia Regional, Delegacia Municipal, Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Centro de Treinamento e auditório.

Leia Também:  Polícia Civil prende quarto suspeito envolvido em crime de tortura e tentativa de homicídio em Confresa

O prefeito de Tangará da Serra ficou muito satisfeito com a visita dos diretores da Polícia Civil e ressaltou que a parceria estabelecida entre a Prefeitura e a Polícia Civil para concretização do complexo tem tudo para dar certo e que até o final de 2022, a cidade deve receber as unidades policiais totalmente renovadas.

“O encontro com os diretores da Polícia Civil foi fundamental para alinharmos a parceria para construção de um Complexo da Polícia Civil em Tangará da Serra, uma vez que a atual estrutura física da instituição está defasada. Agora estamos trabalhando junto com o Estado para dar melhores condições de trabalho à Polícia Civil e de atendimento à nossa população”, disse Wander Masson. 

O delegado-geral destacou que a ideia do Complexo da Polícia Civil em Tangará da Serra foi implantada durante uma reunião gerencial no início do ano, uma vez que a ideia de reunir diversas unidades especializadas em um único ambiente já foi instalada em Sinop e também será aplicada em Rondonópolis e Cáceres.

 “Adotando a ideia, a Prefeitura disponibilizou o terreno e agora está desenvolvendo o projeto executivo, para que com a planilha orçamentária em mãos nos possamos efetivamente partir para obtenção de recurso para construção do complexo que certamente mudará toda realidade da Polícia Civil na cidade e região”, disse Mário Dermeval.

Leia Também:  Polícia Civil esclarece homicídio em Araguaiana com prisão de autor do crime

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Policiais civis participam de curso para manuseio de Drone ministrado pelo Sindicato Rural de Canarana

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

 

Durante uma semana de qualificação, dezoito policiais civis lotados na Delegacia Regional de Água Boa (730 km a leste de Cuiabá) participaram do curso de “Treinamento de Operação de Aeronave Remotamente Pilotada – Drone”, promovido pelo Sindicato Rural do município de Canarana (823 km a leste da Capital).

O curso dividido em duas turmas iniciou na segunda-feira (13.09) e encerrou no sábado (18.09), com a participação de 30 profissionais da segurança pública, entre policiais civis, militares, penais, bombeiros militares e peritos.

 

Foram ministradas aulas teóricas e práticas, e ao final os alunos receberam o Certificado emitido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-MT). 

Além dos servidores da região de Água Boa, dois policiais civis da Delegacia Regional de Barra do Garças também estiveram presentes no curso, que teve como principal objetivo o manuseio desta ferramenta de grande relevância para a modernização dos trabalhos policiais. 

 

Atualmente as diligências investigativas tem exigido cada vez mais o uso de novas tecnologias para o enfrentamento do crime organizado, sendo que o equipamento drone se encaixa nessas inovações tecnológicas. 

Leia Também:  Ação integrada prende em assentamento suspeita de integrar organização criminosa que agiu em Rondônia
 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA