(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Operação Olho d’Água cumpre mandado em propriedade rural e apreende defensivos, arma e munições

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil apreendeu nesta terça-feira (04.05) 96 litros de defensivos agrícolas, arma e munições de diversos calibres em uma propriedade rural na MT-220, próxima ao município de Tabaporã, durante a Operação Olho d’Água, da Delegacia de Roubos e Furtos de Sinop. Uma pessoa foi presa em flagrante por associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo, contrabando e crime ambiental.

A operação contou com apoio da Gerência de Operações Especiais da Polícia Civil e cumpriu ainda um mandado de busca e apreensão na propriedade.

De acordo com o delegado titular da Derf de Sinop, Ugo Reck Mendonça, a operação foi realizada na mesma propriedade alvo de outra investigação da Polícia Civil, em 2019, que apurou o furto de soja. Na ocasião, o proprietário da fazenda foi preso com maquinários agrícolas e veículos roubados e respondeu a inquérito policial pelos crimes praticados.

Com a denúncia de que na mesma propriedade havia movimentação suspeita, a Derf de Sinop iniciou as investigações e nesta terça-feira cumpriu o mandado de busca no local e apreendeu dezenas de galões com defensivos agrícolas na forma líquida, de diversas marcas, além de 25 pacotes de benzoato.

Leia Também:  Polícia Civil de Comodoro participa de tratativas de ações de prevenção a queimadas

Os policiais civis localizaram os defensivos em diferentes pontos da propriedade, armazenados de forma irregular, o que caracteriza crime ambiental. Parte dos defensivos estava escondida em uma área de mata, outros galões dentro de um maquinário agrícola e dentro de um barracão de forma inapropriada.

No quarto da residência foram localizadas 85 munições de diversos calibres e uma espingarda calibre 12.

“É importante salientar que, além de todos defensivos terem sido apreendidos e estarem acondicionados de forma irregular, há crianças que circularam no local, ou seja, expostas ao perigo de contato com esse tipo de produto”, explicou o delegado.

Os defensivos apreendidos estavam sem nota fiscal e uma parte deles é de origem paraguaia.

Todo o material apreendido foi encaminhado para a DERF. O Suspeito de 43 anos foi autuado em flagrante por porte de arma de fogo com identificação adulterada, contrabando consumado e por abandonar substâncias tóxicas, perigosas ou nocivas à saúde humana ou ao meio ambiente e utilizadas em desacordo com as normas de segurança.

Leia Também:  Palesta com o tema: Crimes Cibernéticos

As investigações sobre o caso prosseguem para identificar se há outros envolvidos.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Polícia Civil entrega armamentos para unidade especializada e anuncia nova sede para GCCO

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

A atuação da Polícia Civil de Mato Grosso no combate ao crime organizado foi fortalecida com a entrega, nesta terça-feira (11.05), de fuzis doados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça, à Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). 

A entrega do armamento, modelo carabina 556, com três carregadores com capacidade para 30 munições e mais 200 munições calibre 556 foi realizada pela Diretoria da Polícia Civil e pela Gerência de Armas, Explosivos e Munições (Gaem). 

No evento, o delegado-geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, e o diretor de Atividades Especiais, Fernando Vasco Pigozzi Spinelli, aproveitaram para conversar com os policiais da GCCO sobre a gestão da unidade, as ações desenvolvidas pela equipe nas últimas semanas e a previsão da nova sede. 

O delegado-geral adjunto falou das dificuldades enfrentadas pela Polícia Civil, principalmente durante o período de pandemia, quando ficou ainda mais evidente a dedicação e esforços dos policiais no combate ao crime organizado.

Gianmarco destacou que, mesmo diante do decreto de calamidade financeira, a Polícia Civil continuou buscando recursos e conseguiu alcançar inúmeras conquistas nas áreas de tecnologia e de  infraestrutura e que foco agora também é a melhoria das condições de trabalho para o servidor. 

Leia Também:  Foragido da Justiça por roubo qualificado é localizado por policiais civis em Alto Araguaia

“Passamos por este período em que a aquisição de bens foi proibida, então buscamos recuperar os recursos, o que a princípio parece simples, mas é fruto de um esforço exaustivo da equipe da Diretoria de Execução Estratégica que manteve contato com o Ministério da Justiça para conseguir trazer esse armamento para a Polícia Civil de Mato grosso, fortalecendo ainda mais o trabalho da instituição”, disse.

O diretor de Atividades Especiais frisou que as armas atendem um deficit da unidade e que o objetivo é que em breve venham novas armas, veículos, além de pedir o reforço do efetivo.

“Estamos trabalhando para tentar melhorar cada dia mais as condições de trabalho da equipe. Sabemos que os trabalhos desenvolvidos pela GCCO são extremamente complexos, envolvendo investigação em todo o estado e que o reforço tanto de aparelhamento quando de efetivo é fundamental para o bom desempenho dos trabalhos”, ressaltou o delegado Fernando Spinelli. 

A diretora de Execução Estratégica, Daniela Silveira Maidel, pontuou que mesmo atuando em várias frentes, a DEE procurou buscar alternativas para a crise pela qual o Estado passou, ressaltando que atualmente a situação é outra. Daniela falou sobre a nova sede da GCCO, que será instalada no antigo prédio da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), no Centro Político, e da aquisição de novos armentos por meio de emenda parlamentar que atenderá unidades do interior do e também unidades especializadas como a gerência. 

Leia Também:  Autor de dois feminicídios cometidos em Sinop e Água Boa é preso no norte de MT

“Agora, um dos nossos focos com a GCCO é trabalhar a questão estrutural, com a entrega da nova sede. Estamos com todo mobiliário comprado para atender a unidade, que será uma das melhores unidades da região metropolitana”, destacou.

O delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, agradeceu a entrega das armas e destacou que a gerência tem valorosos policiais e o reconhecimento do trabalho desenvolvido pela unidade é um grande motivador.

“Todo esse reforço estrutural é fundamental para equipe da GCCO, uma vez que unidade presta apoio e orientação para as unidades do interior do estado. Sabemos da luta da diretoria para atender tudo o que é necessário, que são muitas coisas, armamento, viaturas, capacitação, para manter essa equipe forte que estamos construindo. Lembrando que ninguém trabalha sozinho e por isso esse apoio é essencial para o desenvolvimento dos trabalhos”, destacou o delegado.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA