(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Mulher investigada por envolvimento em homicídio de jovem é presa em Lucas do Rio Verde

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Lucas do Rio Verde prendeu na tarde desta quarta-feira (02.02) a mulher investigada por envolvimento no brutal homicídio de Gediano Aparecido da Silva, 19 anos, ocorrido na última semana, na cidade.

De acordo com o delegado Eugêncio Rudy Jr. a mulher de 19 anos foi localizada em uma residência, no bairro Alvorada, utilizada como ponto de tráfico de drogas, após monitoramento contínuo da equipe de investigação, que identificou a suspeita. Ela foi presa em flagrante por tráfico de drogas e pelo homicídio qualificado.

Esta é a segunda prisão realizada nos últimos dias pela Polícia Civil contra envolvidos no homicídio qualificado, que chocou a população de Lucas do Rio Verde.

Na noite de 26 de janeiro, policiais civis e militares localizaram e prenderam o principal envolvido no crime, um homem de 21 anos. Com ele foi encontrado o veículo Gol e uma arma que, provavelmente, foi usada para cometer o crime. No veículo foram encontrados vestígios de sangue humano. O suspeito foi autuado pelo homicídio qualificado e também identificado como autor de um segundo crime, uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 24 de janeiro, contra um adolescente, no bairro Rio Verde.

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que tentava abrir conta bancária usando documento falso

Localização do corpo

Na manhã de quarta-feira (26), parte do corpo da vítima foi encontrada dentro de um saco de lixo, jogado em um contêiner de lixo, na Avenida Goiás. Familiares de Gediano acionaram a Polícia Militar, que encontrou a cabeça degolada dentro do saco.

Durante as diligências para esclarecer o crime, as equipes policiais avistaram rastros de sangue às margens do rio Piranhas, a 15 quilômetros da cidade. Em vistoria nas proximidades do rio, militares avistaram o corpo decapitado e submerso na água. As equipes da Polícia Civil, Politec e Corpo de Bombeiros foram ao local para coletar as evidências e retirar o corpo do rio.

Na sequência da investigação, a equipe da Delegacia de Lucas do Rio Verde conseguiu apurar o modelo e características do veículo utilizado para cometer o crime e os envolvidos no homicídio.

O delegado responsável pela investigação, Marcello Henrique Maidame, destaca que todas as forças de segurança estão empenhadas para esclarecer e dar a resposta necessária aos delitos ocorridos a mando de uma facção criminosa, a exemplo do homicídio ocorrido. “Todos os policiais de Lucas do Rio Verde se empenharam nas diligências para esclarecer esse homicídio que chocou a cidade pela forma bárbara. A investigação continua para chegar aos outros envolvidos no crime, que já estão identificados”, reforçou o delegado.

Leia Também:  Em investigação sobre homicídio, policiais civis localização veículo de vítima dentro de rio

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Autor de homicídio em Arenápolis é preso em flagrante pelo Polícia Civil

Publicados

em

Um homem apontado como autor do homicídio ocorrido na noite de quarta-feira (27.07), no município de Arenápolis (258 km a médio norte de Cuiabá), foi preso em flagrante pela Polícia Civil, durante atendimento da ocorrência.

Os investigadores de Arenápolis foram informados sobre uma situação de tortura e de homicídio por meio de arma cortante, que vitimou a pessoa de José Augusto Rodrigues de Souza, 20 anos.

Imediatamente a equipe acompanhada do delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, foram até o hospital onde a vítima havia dado entrada, porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Em seguida, os policiais civis foram até o local dos fatos para obterem mais detalhes acerca do ocorrido. Durante entrevista com populares foi possivel qualificar o autor do homicídio, o qual foi localizado nas proximidades, sentado em frente de uma residência.

O suspeito foi levado até a Delegacia de Arenápolis, e no interrogatório assumiu o crime. Ele alegou que foi cercado por três indivíduos de uma facção rival, e passou a ser espancado com capacetes e uma mangueira, momento em que conseguiu sacar uma faca e golpeou a vítima.

Leia Também:  Foragido por estupro de vulnerável em Santa Catarina é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Conforme o delegado Hugo Abdon de Araujo Lima, os indícios apontam que o homicídio decorreu da legítima defesa, pelo fato que os três homens na função de “disciplina” dariam um salve no suspeito.

Após a confecção dos autos, o preso será apresentado e colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA