(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Mais um criminoso envolvido em assalto a drogaria e roubo de arma é preso pela Polícia Civil

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (05.08), em Cuiabá, mais um dos criminosos envolvidos no assalto a uma drogaria na Capital, no mês de janeiro deste ano, quando clientes e funcionários foram rendidos e agredidos,

O investigado, de 20 anos, foi abordado em uma das ruas do bairro Pedregal, quando foi detido pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá. Ele tentou resistir à prisão, mas foi contido pelos investigadores.

Em diligências na casa dele, no Residencial São Carlos, os policiais civis localizaram três identidades falsas e uma porção de entorpecente. Os documentos encontrados não condizem com os dados verificados em sistemas de segurança pública.

Ele foi conduzido à sede da DERF para formalização do mandado de prisão preventiva e depois enviado para realização de exame de corpo de delito, sendo posteriormente encaminhado a uma unidade do Sistema Penitenciário.

Roubo

Na manhã do dia 15 de janeiro, um trio de criminosos invadiu uma unidade da rede Drogasil, localizada no bairro Bandeirantes, anunciou o assalto, rendeu funcionários e clientes do local e fugiu levando pertences das vítimas. Dois policiais civis que entraram na drogaria no momento do roubo também foram rendidos. Um dos policiais foi agredido violentamente pelos três assaltantes, que só cessaram os ataques após conseguir tomar a arma de fogo do servidor.

Leia Também:  Homem foragido do Pará por homicídio é preso pela Polícia Civil em Sinop

As diligências realizadas pela DERF de Cuiabá resultaram na identificação dos quatro envolvidos no assalto, três deles que atuaram diretamente no roubo e uma mulher que deu apoio logístico ao trio.

Análise de imagens coletadas pela equipe de identificação levou à identificação da mulher que prestou apoio na empreitada criminosa conduzindo o veículo Gol preto com os suspeitos. O carro foi posteriormente localizado pelos investigadores, abandonado em uma rua do bairro São Gonçalo 3, na Capital, mesma área onde reside um dos suspeitos.

O trio que executou o assalto foi identificado pelas vítimas, em reconhecimento das imagens coletadas pela DERF, que na apuração apontou indícios e autoria da ação criminosa. Com base nas informações obtidas, o delegado Guilherme de Carvalho Bertoli representou à 5ª Vara Criminal de Cuiabá pela prisão preventiva dos quatro envolvidos no crime.

O criminoso apontado como o responsável por articular o assalto foi preso no mês de abril, no bairro Lixeira, na Capital. Em depoimento à DERF, ele informou que a arma roubada do policial civil foi vendida a uma pessoa, que mora em Várzea Grande. Os investigadores localizaram o suspeito, que informou não estar com a arma de fogo.

Leia Também:  Homem é preso em flagrante por violência doméstica e tem mandado por homicídio cumprido

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia Também:  Homem que não aceitava término de relação é preso em flagrante por ameaças à vítima e sua família

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA