(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Jornada de Segurança Pública debate enfrentamento a crimes na área rural

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A terceira etapa da Jornada Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, promovida pelo Ministério da Justiça, reúne nesta semana, em Sinop, autoridades da área de vários estados para debater práticas e experiências investigativas sobre o policiamento rural no País.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Resende, participou da abertura do evento na terça-feira, junto com o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, e o secretário Nacional de Segurança Pública, Carlos Renato Paim.

O encontro segue até esta quinta-feira e reúne profissionais da segurança de vários estados para debater e compartilhar experiências em relação ao policiamento nas regiões rurais e a investigação criminal qualificada no enfrentamento aos crimes rurais, entre eles os relacionados a roubos de cargas, contrabando de defensivos e organização criminosa.

O intuito da Jornada Nacional de Segurança Pública é produzir, a partir das discussões, diagnósticos e captar informações para construção de uma ação de política pública voltada para a segurança rural.

Crime organizado e defensivos contrabandeados

A mesa redonda desta quarta-feira (24) tratou sobre “Investigação Criminal Qualificada no Enfrentamento aos Crimes Rurais”, com a participação de delegados das Polícias Civis de Mato Grosso e do Rio Grande do Sul.

Leia Também:  Alvo da operação de roubo de gado em Poconé tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Colniza

O delegado Vitor Hugo Bruzulato, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), explanou sobre a atuação da instituição em relação a roubos e furtos de carga, crime organizado, roubo a bancos e contrabando de defensivos, entre outros delitos que são apurados pela unidade que tem atribuição estadual.

“Todo o trabalho de enfrentamento a esses crimes é desenvolvido de forma integrada com outras unidades da Polícia Civil, em virtude da dimensão territorial de Mato Grosso, e também de outras instuições, como por exemplo, a Polícia Rodoviária Federal que tem sido parceira nas ações de represssão ao contrabando e roubo de defensivos, tráfico de drogas, por exemplo”, citou o delegado.

Seis operações da Polícia Civil realizadas pela GCCO neste ano, com foco nos crimes de roubos de cargas, tráfico, defensivos agrícolas e roubo a bancos, resultaram em 158 prisões e 62 cumprimento de buscas e apreensões, bloqueio de R$ 12 milhões em contas de investigados e 75 veículos apreendidos (entre 12 carretas).

O trabalho de repressão realizado nas regiões rurais é constante e tem a integração com a PRF de Mato Grosso, como destacou o delegado Vitor Hugo. “Temos uma parceria muito exitosa com a Polícia Rodoviária Federal e em um estado de dimensões continentais, com a economia agrícola bem forte, as apreensões de defensivos contrabandeados é constante. Neste ano, já foram 19 toneladas apreendidas”, explicou.

Leia Também:  Autores de homicídio de idoso em Nova Olímpia são presos em flagrante logo após o crime

O delegado finalizou reforçando que a tecnologia e a inteligênciaa, junto ao trabalho integrado, são fundamentais para que as polícias possam avançar na repressão qualificadas a essas organizações criminosas.

A Jornada de Segurança Pública começou em setembro e será realizada em sete etapas, até março de 2022, com a discussão de temas como estatísticas de segurança pública; município, segurança pública e criminalidade; segurança nas fronteiras – integração e apoio mútuo; e violência doméstica e contra a mulher.

Com informações e imagens do MJSP

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Polícia Civil prende um dos envolvidos em roubo a motorista de caminhão em Sinop

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um suspeito envolvido em um roubo a um motorista de caminhão foi preso nesta sexta-feira (26.11), em Sinop, após investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município. 

No início da madrugada de 04 de outubro deste ano, dois homens, armados com uma faca,  renderam o motorista de uma empresa de cargas, que estava estacionado em frente a empresa de transportes. Ele dormiu no veículo esperando amanhecer o dia para descarregar os produtos. 

Mesmo rendido, o motorista foi ameaçado de morte a todo momento. Os criminosos disseram à vítima que iriam descarregar a carga em uma região. Depois, foram até outro bairro de Sinop para pegar um segundo motorista e conduzir o caminhão.

Durante o trajeto, o criminoso que conduzia o caminhão perdeu o controle da direção ao realizar uma curva e caiu com o veículo dentro de uma vala de escoamento de água. Em virtude do acidente, a dupla criminosa fugiu e abandonou o caminhão e a vítima, que foi socorrida por terceiros.

Após 30 dias de investigações, a equipe da Derf identificou os dois suspeitos, que foram reconhecidos pela vítima.

Leia Também:  Foragido da Justiça Federal por tráfico de drogas é localizado pela Polícia Civil em Aripuanã, após denúncia

O delegado Paulo César Brambila Costa responsável pelo caso, representou ao Poder Judiciário pela prisão preventiva dos suspeitos. Um deles, de 22 anos, foi localizado no bairro São Cristóvão, em Sinop, e encaminhado à delegacia para formalização do mandado de prisão decretado pela 1a Vara Criminal. 

As diligências seguem para localizar o segundo investigado pelo roubo.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA