(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Drogas sintéticas, arma e dinheiro são apreendidos com dupla que traficava próximo a escola em Confresa

Publicados

A sociedade contra o crime


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Cento e oitenta compridos de drogas sintéticas, diversas porções de cocaína, dinheiro e uma arma foram apreendidas pela Polícia Civil nesta quarta-feira (14), em Confresa, na região nordeste do estado, com dois suspeitos de traficar entorpecentes na cidade, inclusive perto de uma unidade escolar.

A equipe de investigação da Delegacia de Confresa estava em monitoramento para apurar informações sobre a distribuição de drogas na cidade, feita por um rapaz de 22 anos.

Os policiais conseguiram abordar o veículo conduzido pelo suspeito, na BR-158, e com ele estava um adolescente de 15 anos. Ambos ficaram bastante nervosos na presença da equipe e o suspeito disse que não tinha habilitação e o carro seria de um amigo, de quem emprestou para fazer a entrega dos entorpecentes. Diante da abordagem, ele acabou indicando que em sua residência havia mais drogas, além da já encontrada no veículo, e dinheiro.

Após autorizar a entrada dos investigadores na casa, foram localizadas porções em diversos lugares da residência, entre elas 36 embalagens com cocaína e 180 adesivos de LSD. Uma pistola calibre 380, carregador, munições, máquina de cartão, balança digital e aparelhos celulares também foram apreendidos. O dinheiro apreendido totalizou R$ 1 mil.

Leia Também:  Mulher é presa em flagrante por tráfico e associação criminosa durante investigação na Vila Operária

Diante de todo o material encontrado, os dois foram detidos e encaminhados à Delegacia da Polícia Civil. A mãe do adolescente foi comunicada da apreensão.

O adulto foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo e corrupção de menor de idade. O adolescente de 15 anos foi apreendido e responderá pelos crimes análogos a tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Operação Capistrum cumpre medidas contra gestores da prefeitura de Cuiabá

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

O Ministério Público, por meio do Núcleo de Ações de Competência Originária (NACO), e a Polícia Civil cumpriram nesta terça-feira (19.10), dentro da Operação Capistrum, medidas cautelares criminais de busca e apreensão e sequestro de bens em desfavor do prefeito de Cuiabá e sua esposa, do chefe de gabinete da prefeitura, da secretária-adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos e do ex-coordenador de Gestão de Pessoas. A decisão judicial também determinou o afastamento da função pública em relação ao prefeito e aos servidores e a prisão temporária do chefe de gabinete.

As decisões são oriundas de investigações originadas no Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de Cuiabá relacionadas a ilícitos apurados na Secretaria Municipal de Saúde.

Os pedidos foram acolhidos pelo Tribunal de Justiça no âmbito do procedimento de nº 47.520/2021, que corre em segredo de justiça.

O Gaeco e a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção da Polícia Civil prestaram apoio no cumprimento dos mandados judiciais.

Além da medida criminal determinada pelo Tribunal de Justiça, o Ministério Público propôs, através do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, ação cível por ato de improbidade administrativa visando a aplicação das sanções da lei de improbidade, bem como apresentou pedidos de indisponibilidade de bens e afastamento de agentes públicos.

Leia Também:  Mulher é presa em flagrante por tráfico e associação criminosa durante investigação na Vila Operária

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA