(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Dois suspeitos são presos tentando tirar motocicleta do pátio da Semob usando documento falso

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens que tentavam tirar veículos do pátio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) utilizando documentos falsos foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na quarta-feira (16.06), em ação realizada pelos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERFVA).

As diligências iniciaram após acionamento da equipe da DERFVA relatando que os suspeitos estavam tentando retirar uma motocicleta da marca Suzuki, do pátio da Semob. Os policiais foram até o local onde encontraram os suspeitos utilizando documento falso para a retirada.

Questionado, um dos detidos confessou que receberia R$ 1 mil para assinar um papel em branco e tirar uma foto, que foi utilizada na cédula de identidade falsa, confeccionada em nome do verdadeiro dono da motocicleta. O segundo suspeito seria o responsável por conduzir o veículo e entregar para a pessoa que os contratou.

Em continuidade as diligências, foi apurado ainda que recentemente um dos suspeitos se passou por proprietário de uma motocicleta BMW, utilizando o mesmo modo de ação, ou seja, uso de documento falso.

Leia Também:  Projeto dá apoio a vítimas de violência e checa cumprimento de medidas protetivas

Em buscas na residência do investigado, foi encontrado o documento CRLV original do veículo, além diversos documentos falsos, papel-moeda e outros apetrechos para falsificação de documentos. Também foram encontrados celulares possivelmente de origem ilícita, notebooks e pendrives que podem estar relacionados a atividade ilícita.

Diante dos fatos, os dois suspeitos foram conduzidos à DERFVA onde após serem interrogados foi lavrado o flagrante.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia Também:  Polícia Civil prende foragido do Tocantins com dois mandados em abertos

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA