(65) 99638-6107

CUIABÁ

A sociedade contra o crime

Adolescente que ficou quase duas semanas desaparecido é localizado

Publicados

A sociedade contra o crime


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Policiais civis do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) localizaram o adolescente Gabriel Mikayon de Almeida Cruz, 17 anos, após mais de dez dias desaparecido.

A equipe do NPD conseguiu chegar ao paradeiro do adolescente após o rastreamento de aplicativos de encontros.

Gabriel, segundo o familiar com quem morava, teria saído de casa em Várzea Grande e dito que iria encontrar uma pessoa que conheceu por meio de um aplicativo de encontro.

Com base nessas informações o Núcleo de Pessoas Desaparecidas realizou diversas buscas de informações a diversos aplicativos que poderiam estar sendo usados por Gabriel de dados de pessoas com quem ele estaria conversando.

Na noite desta segunda-feira (06.12), o NPD recebeu a informação que Gabriel estaria vindo de carona, de Mato Grosso do Sul para a cidade de Várzea Grande. O menor desembarcou próximo ao Trevo do Lagarto e solicitou um carro de aplicativo de viagem para retornar à sua casa.

Leia Também:  Autor de tentativa de homicídio em Tangará da Serra é preso com arma de fogo utilizada no crime

Na manhã desta terça-feira, os investigadores do NPD conduziram Gabriel à Delegacia de Homicídios de Cuiabá para prestar esclarecimentos.

O adolescente alegou que desligou o celular e que não quis dar notícias aos familiares, pois ficou com medo. Ele disse ainda que havia vendido seus aparelhos e equipamentos do curso de cabeleireiro para conseguir dinheiro. Durante o período em que esteve desaparecido, ele relata que se deslocou de uma cidade para outra pedindo carona nas rodovias.

O caso será agora encaminhado ao Conselho Tutelar de Várzea Grande.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

A sociedade contra o crime

Policiais civis apreendem madeira ilegal e veículos em área de reserva indígena, em Comodoro

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil apreendeu no último fim de semana uma camionete e um trator escondidos em uma área onde foram encontrados resquícios de retirada ilegal de madeira, dentro de uma reserva indígena, no município de Comodoro.

A Delegacia de Comodoro recebeu denúncias de que em uma área da reserva indígena Vale do Guaporé, a oeste de Comodoro, havia estradas abertas para a retirada de madeira. A equipe de investigação contou com a ajuda de um drone para sobrevoo na mata em busca de indícios de remoção de madeira da reserva.

Em um determinado ponto,foi localizada, escondida entre a vegetação, uma caminhonete D10 branca e um trator sem identificação, comumente utilizado para arrastar toras derrubadas. No mesmo dia, após incursão em trilhas na região, a equipe policial localizou outras entradas e duas esplanadas contendo madeiras em lascas e descascadas da espécie Aroeira.

Esse tipo de madeira tem alto valor comercial e são vendidas para a construção de cercas e currais. Todo o material e os veículos foram removidos e depositados no pátio da Secretaria de Obras do município. A equipe permanece com as investigações para apurar os possíveis autores do crime ambiental.

Leia Também:  Polícia Civil recebe equipamentos táticos do Programa Hórus-Vigia para Delegacia de Fronteira

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA