Wanderlei Pignati, a voz que clama contra os agrotóxicos em meio às lavouras envenenadas de Mato Grosso

Wanderlei Pignati, médico e pesquisador da UFMT, é um homem baixo, barbudo, introvertido. Um militante dos velhos tempos, que hoje se dedicada à causa da saúde coletiva do povo mato-grossense.

Pignati não se cansa de falar: agrotóxicos envenenam todo o ambiente em Mato Grosso. Falando, falando, falando, ele já se tornou referência nacional e internacional nesta questão tão ambientalmente dolorosa.

Legislação pra prevenir o envenenamento contínuo até que existe. Só que as autoridades prevaricam e os grandes produtores do Agronegócio conseguem sempre ficar impunes e continuam explorando ao máximo os terrenos para alem de suas áreas de plantação, envenenando as águas e a atmosfera que nos envolve.

Até a chuva que cai sobre os mato-grossenses, em muitas regiões, vem trazendo o ovo da serpente de um câncer, de uma má formação genética. E o governo do capetão Bolsonaro só que abre as pernas para que empresas como a Bayer S A vendam aqui as diversas marcas de agrotóxicos que estão proibidas de vender na Europa e mesmo nos Estados Unidos do bolsonarista Donald J. Trump.

A saída, onde fica a saida?!

No vídeo, a conversa que tive com Pignati depois de mais uma palestra que proferiu sobre este drama, neste 4 de abril de 2019, em audiência pública convocada pelo deputado Lúdio Cabral, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 2 =