PREFEITURA SANEAMENTO

VITÓRIA PARCIAL DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS: Depois de dobrar Silval e obrigá-lo a negociar, grevistas voltam aos presídios neste sábado. Silval ganha uma semana para atender pauta de reivindicação da categoria. Qualquer deslize, a greve será retomada

Com a assembleia lotada em Cuiabá, agentes penitenciários resolveram dar uma semana para que Silval Barbosa cumpra compromissos assumidos em roda extra de negociação que aconteceu na noite de quinta, 1º de agosto, na sede da Secretária de Justiça e Direitos Humanos (sic)

Com a assembleia lotada em Cuiabá, agentes penitenciários resolveram dar uma semana para que Silval Barbosa cumpra compromissos assumidos em rodada extra de negociação, com o sindicalista João Batista Pereira e com o comando de greve, que aconteceu na noite de quinta, 1º de agosto, na sede da Secretária de Justiça e Direitos Humanos (sic) . Foto de Hegla Oleiniczak, da PAGINA DO E

 

A decisão de paralisar a greve que já durava uma semana foi tomada pela categoria dos agentes penitenciários em assembleia lotada, na tarde desta sexta-feira (02.08). Uma assembleia de uma categoria vitoriosa, já que, depois de dizer que não negociava com grevistas, o governador Silval Barbosa acabou baixando a crista e veio para negociação na noite da quinta. Silval se comprometeu a reabrir a negociação com a categoria, inclusive em relação aos 10 itens da pauta de reivindicação.

Em torno de 400 servidores da capital do Estado e também do interior marcaram presença na assembleia desta sexta, que aconteceu no auditório do Sindicato dos Trabalhadores do Tribunal de Contas. Gente que vibrava, depois da grande vitória de seu movimento. “É importante essa participação maciça dos servidores devido as grandes mudanças que devem ocorrer no sistema penitenciário a partir dessa greve, tendo em vista de que é a assembleia que decide os rumos de um movimento grevista”, disse o presidente da categoria, João Batista.

A categoria resolveu suspender a greve porque, entre as garantias que surgiram na reunião com o governador está a de que no próximo concurso, será exigido nível superior ingresso na carreira de agente penitenciário, além do pagamento do adicional de  insalubridade. “O pagamento da insalubridade já foi garantido e, em breve, deve ser concretizado”, disse confiante Batista. Para isso, uma mensagem deve ser enviada à Assembleia Legislativa e votada pelos deputados. A tramitação dessa e de todas as propostas que interessam à categoria serão acompanhadas pelos agentes que devem lotar as galerias do Legislativo estadual na próxima terça-feira.

PRAZO – A categoria suspendeu a greve mas fixou um prazo curto para conferir se o governador Silval, dessa vez, mesmo sem assinar nenhum documento nem acordo judicial, vai cumprir a sua palavra ou se desmoralizar de vez diante dos penitenciários e de toda a sociedade.

O prazo definido e determinado pela categoria para avanços e concretização dos itens da pauta de reivindicação, notadamente aqueles que dependem de votação na Assembleia Legislativa, é de uma semana.

“A categoria decidiu dar prazo de uma semana para os avanços garantidos pelo governador, caso não se obtenha nenhum avanço nesses dias, a categoria volta a deflagrar greve a partir da próxima sexta-feira (09.08)”, finalizou Batista.

 

 

 

 

 

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

1 × 5 =