Um recado de Enock Cavalcanti para Emanuel Pinheiro

Divulgo a seguir inteiro teor de artigo de minha autoria publicado originalmente no Diário de Cuiabá:

 

Para Emanuel Pinheiro

por Enock Cavalcanti

Meus amigos, meus inimigos: acho que o Emanuel Pinheiro, se estiver realmente preocupado em dar um bom rumo à sua administração, deve convidar para seu secretariado o arquiteto José Antônio Lemos. Esse entende de urbanismo e estuda Cuiabá há muitos anos, com seu coração e sua mente sempre atentos às dores da cidade.

Vejo o Zé Antônio de cabelos brancos, ficando velhinho como eu, e penso que daqui a pouco ele pode ser apenas uma saudade – e será um desperdício se não tiver a chance de fazer mais do que já fez por Cuiabá. Eu não acredito, mas peço sempre a Deus que preserve pessoas como o Zé.

Emanuel já convidou o Bebeto Amador para cuidar da Comunicação e o Bebeto aceitou e me disse que seu desafio é acabar com essa coisa de ficar usando o dinheiro público para promover os nomes da administração. Bebeto diz que quer fazer da Comunicação serviço de utilidade pública. Difícil acabar com os vícios deste setor.

Já escrevi aqui: acho que uma prioridade de qualquer governo, seja federal, estadual ou municipal, é garantir internet gratuita para todos. Fazer de Cuiabá uma cidade digital, a serviço de seus moradores, será, portanto, prioridade que Emanuel só desconsiderará se for um tolo.

Wilson Santos até lançou um programa de internet popular, mas tímido. O Mauro Mendes, que sai dizendo que fez tudo, que deixou Cuiabá preparada para o futuro, não fez nada na área da informatização, logo ele que, como empresário, ganha dinheiro construindo torres para telefônicas, telecomunicação.

Mauro diz que fez tudo, mas quem é que acredita nele? Acho que é esse tipo de propaganda que o Bebeto Amador quer extinguir. Bebeto é um sonhador sorridente.

Juares Samaniego vai cuidar do Meio Ambiente. Se é essa a missão, ele deve procurar imediatamente o promotor de justiça Gerson Barbosa e ver como avança o projeto do MP que propõe a preservação das nascentes de água potável ainda existentes em nossa capital.

Com tanta tecnologia à disposição, por que é que não se consegue recuperar de fato o rio Cuiabá e trazer de volta as águas translúcidas e os peixes saltitantes, que havia tantos em abundância?

Para salvar o rio Cuiabá é preciso fazer do tratamento do esgoto uma obrigação, mas não sei se o Emanuel terá coragem de impor a exigência aos empresários que enriquecem cada vez mais espalhando condomínios, prédios e loteamentos pela nossa Cuiabá.

As indústrias poluidores também devem receber um tranco. Mas para isso é sempre preciso coragem. “Irmão, é preciso coragem” – como cantava aquela música da novela da Janete Clair, será que alguém se lembra? Eu estou velho, e por estar velho é que me lembro.

O Emanuel já indicou outros nomes. O Antenor Figueiredo Neto, na Mobilidade Urbana, não é nenhuma novidade, já que sempre foi ligado ao Emanuel. Estive entre aqueles que chegaram a defender a continuidade do Thiago França, mas, pensando bem, se sou contrário à reeleição do prefeito, por que defender a continuidade de qualquer secretário que seja?

ENOCK CAVALCANTI, jornalista, é editor de Cultura do Diário de Cuiabá

6 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.73.46.2 - Responder

    Primeiro lugar Enock, se você quer nomear secretário da Prefeitura,deve filiar-se a um partido.Em segundo lugar, ser indicado pelo mesmo e concorrer a eleição, após vence-la, aí sim você escolhe o poeta do Zé para secretário , mantém o Tiago na mobilidade, enfim manda e desmanda.Como nada disso aconteceu, recolha-se à sua condição de um simples blogueiro partidário e faccioso.

  2. - IP 179.255.207.239 - Responder

    Agora não entendi nada… Osmir, tucano de carteirinha e coxinha por opção, resolveu colocar ordem na casa do Emanuel Pinheiro. Osmir, meu filho, o seu candidato tucano foi derrotado nas urnas… e parece que até você perdeu o rumo de casa e entrou em casa errada. Vôte.

  3. - IP 179.255.207.239 - Responder

    … E tem mais… todo o eleitor deste arraial principal da província tem o direito de – num exercício de cidadania – indicar nomes e pessoas para a compor o quadro da administração, especialmente quando os indicados possuem qualificações técnicas para o cargo. Onde é que está escrito que precisa ser filiado a partido político para indicar nomes… sei que isso é obrigatório apenas para a disputa de cargo eletivo. Pô… Osmir… você precisa domar essa sua ignorância e botar cabresto nessa besta do seu despreparo.

    • - IP 201.53.34.195 - Responder

      Sugestão :crie um governo paralelo e imaginário e nomeie você para o asilo dos loucos ,Ademar para o secretário dos médicos cubanos,Enock para a comunicação com o PT.Enfim brinquem de loucos!

      • - IP 177.5.124.0 - Responder

        Governo paralelo é o que foi criado – pelo PSDB – para gerir dinheiro da corrupção na Secretaria da Educação. Nesse não tem vaga para nenhum homem honesto, motivo pelo qual declino da indicação. Para você, Osmir, que tanto defende essa corrupção tucana, caberá somente o cargo de acendedor de velas para a estátua de seu santo de devoção que, neste momento, está precisando de muita luz porque preferiu a escuridão dos desvios do dinheiro da Educação. Observo que você parece estar viciado em governo paralelo. Cuidado, Osmir, não fique envolvido com essa gente que daqui a pouco você estará usando uniforme do sistema carcerário, afinal quem anda com porco acaba comendo farelo.

  4. - IP 189.59.63.31 - Responder

    Seria uma excelente tacada do prefeito eleito nomear o Dr Jose Antonio Lemos, cuja maior preocupação é construir uma Cuiabá mais humana capaz de oferecer dignidade aos seus munícipes.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

11 − dois =