gonçalves cordeiro

Um encontro para refletir sobre o lugar da cultura na primeira infância. A iniciativa é do Instituto Emília em parceria com o Sesc São Paulo e Fundação Itaú Social, e apoio do Instituto C & A e da Associação Cultural Espanhola (ACE)

A partir desta terça acontece, em São Paulo, o Seminário Arte Palavra e Leitura na 1ª Infancia. Encontro com renomados especialistas nacionais e internacionais para discutir e refletir sobre o lugar da cultura na primeira infância.

O seminário vai contar com mesas redondas, oficinas e apresentações de experiências ao longo de três dias. As mesas redondas serão o espaço onde se darão as trocas de pensamentos e práticas entre os especialistas em torno de temas desafiadores na área da leitura na primeira infância. E as oficinas serão um espaço para discussão e vivência de práticas diretamente ligadas com o dia a dia dos promotores de leitura e daqueles que trabalham diretamente com a primeira infância.

A iniciativa do Instituto Emília e da Comunidade Educativa CEDAC, realizada em parceria com o Sesc São Paulo e Fundação Itaú Social, com apoio do Instituto C & A e da Associação Cultural Espanhola (ACE).

Na manhã desta terça, duas oficinas:

OFICINA 1| EU LEIO, VOCÊ LÊ, NÓS LEMOS
Ministrada em espanhol

Por: Lara Meana.
Tema central: História leitora, mediação e leitura compartilhada.
Oficina que visa refletir sobre as motivações do leitor e seu gosto pelas histórias que nasce de um ato coletivo: a narração ou a leitura em voz alta. Escutar desperta nosso desejo de sermos capazes de aceder aos livros por nós mesmos. Mas é muito mais que isso, a leitura compartilhada é um momento de afeto, uma oportunidade de comunicação, um modelo a seguir para aprender a ler em voz alta. E a partir destas questões, vamos pensar em como incorporar a leitura compartilhada em sala de aula.

OFICINA 2 | O PROCESSO CRIATIVO DO BRINCAR
Ministrada em espanhol

Por: Issa Watanabe.
Tema central: O brincar no processo criativo.
Esta é uma oficina teórico-prática com o objetivo de sensibilizar os adultos, sejam eles professores, pais, mães ou interessados em geral, sobre o papel e a importância do brincar e do processo criativo. Partindo de um olhar sobre as principais teorias do fundamento do brincar (Winnicott, Klein, Piaget, Huzinga, Lowendfeld, Montesori e Arno Stern), vamos desenvolver algumas práticas que permitam que o participante se aproxime de um espaço de experiência criativa por meio da arte e do brincar.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezoito − 2 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.