PREFEITURA SANEAMENTO

TUTTI BUONA GENTE – Para Antero (e Dorileo?), governo de Silval depende de Riva. Antero (e Dorileo?) estranha que Silval prestigie o PT de Ságuas, o PP de Pedro Henry e o PR de Blairo em detrimento do PSD do deputado mais processado de MT

É como um pai que sai em defesa do seu filhote – já que todo carisma de Riva começou a ser forjado naqueles tempos dantescos em que o PSDB, com Dante e Antero, comandavam a política e os negócios em Mato Grosso. Neste domingo, 5 de fevereiro de 2013, no seu site na internet, o PNB On Line, o ex-senador e jornalista Antero Paes de Barros faz candente defesa do PSD e do deputado estadual José Geraldo Riva, sem lembrar que Riva é o parlamentar mais processado por corrupção em Mato Grosso (por iniciativa no Ministério Público) e que já está com seu futuro político baleado por duas condenações por um tribunal de segunda instância, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, o que deve se pacificar assim que a Lei da Ficha Limpa tiver sua constitucionalidade confirmada pelo STF.

O que Antero quer é que Silval e o PMDB entreguem o governo nas mãos de Riva. O que eu posso dizer é que Antero Paes de Barros, neste caso, está mal informado, mal assessorado ou mal intencionado. Não se deve perder de vista que Antero é importante formador de opinião em Cuiabá e que, curiosamente, também serve ao empresário João Dorileo Leal, que vem conseguindo, até aqui, cunhar o PMDB, impondo sua candidatura a prefeito em 2012.

Com tanta gente defendendo Riva, o que será que o atual governador vacilão vai decidir? Será que ele vai perder esta chance de ouro de fazer uma pequena faxina em seu governo? Acompanhe a evolução do noticiário e leia o que Antero escreveu:

 

"Governabilidade de Silval depende de Riva

Por Antero Paes de Barros
PNB ONLINE 

Estão estremecidas as relações do presidente da AL, José Riva com o governador Silval Barbosa. A leitura das ruas não é a de que ocorreu um gesto exclusivamente de magnanimidade de José Riva em relação ao governo. A entrega de cargos tem muita relação com as dificuldades do governo em decidir.

 
Há tempos, Riva vem cobrando sobre as debilidades da gestão petista na educação. Assim como ocorreu com Blairo, Silval continua prestigiando o PT, em uma área que domina 25% do orçamento do Estado e não tem apresentado resultados satisfatórios à população mato-grossense.

 
Não foram poucas as vezes em que Riva criticou a morosidade e falta de atendimento ao interior da Secretaria de Infra Estrutura do Estado, sob o comando do PR.

 
Riva também não tem economizado críticas à fórmula adotada pela Secretaria de Saúde do Estado da entrega do setor as OS e a penalização imposta aos municípios, com o governo deixando de fazer os repasses das verbas do SUS, desde agosto do ano passado. Embora ambos neguem, Riva tornou-se um desafeto de Pero Henry, o todo poderoso secretário de saúde do Estado.

 
Tradução da notícia: O discurso do deputado Riva tem que ser analisado sob várias facetas:

 
1 – A bancada do PSD tem seis deputados contra apenas um do PT. E ainda assim, o Partido dos Trabalhadores detêm a secretaria responsável por 25% do orçamento do Estado, sem oferecer uma gestão competente capaz de valorizar o governo.

 
2 – O deputado federal Pedro Henry, que não vota nas contas e projetos de Silval na Assembléia detém o comando da importante secretaria de saúde, estando ou não ele no cargo e ainda é o responsável direto pela nomeação do secretário de esportes. Riva e o PSD com a maior bancada da AL detêm cargos inferiores no primeiro escalão.


3 – O próprio PR de Blairo Maggi, que armou todas as armadilhas para o governo Silval detém a poderosa Secretaria de infra estrutura do Estado. O PSD, com bancada mais poderosa comanda apenas uma desprestigiada Secretaria de Agricultura, a Ciência e Tecnologia e o Cepromat. Órgãos de menor capilaridade com a sociedade e que capitalizam menos votos.

 
4 – Então Riva está cobrando cargos do governo?  – Creio que não. É sincero o ajuste que propõe na máquina pública. Diz que vai permanecer na base do governo, mas quer os setores funcionando com mais eficiência. Riva, de todos os políticos mato-grossenses é o mais cobrado pelas bases do interior e já percebeu que o Estado inchado não vai interiorizar o desenvolvimento. Cabe a Silval digerir as críticas e aproveitar o discurso de Riva para fazer profundas alterações no governo.

 
5 – Que ninguém duvide as relações estão estremecidas sim e, se não houver um sincero diálogo entre quem governa e o PSD, o Estado pode sofrer muito. Está mais do que na hora do vice governador Chico Daltro exercer a sua liderança no governo e no PSD e construir uma alternativa que assegure a governabilidade, promova o enxugamento da máquina e faça o desenvolvimento chegar ao interior. Ainda é possível. Ainda!

Categorias:Jogo do Poder

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.78.147.82 - Responder

    Antero Pés de Barro nunca teve votos. Se elegeu deputado federal(86) e senador(94)carregado pelo Dante. Na duas vezes que concorreu solito, levou ferro.
    Ele defender o Riva não me surpreende. Janete Riva foi sua vice em 2002. E em 2010 o seu site (que ninguém lê)levou um monte de dinheiro da Assembléia, logo…
    É o clássico tucano: bico grande, voo curto.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 4 =