gonçalves cordeiro

TUDO PRONTO PARA A 13ª PARADA GAY: Os conservadores e evangélicos xiitas que aprendam lições de convivência democrática. O fato é que a “13ª Parada da Diversidade de Cuiabá” já fez soar seus tambores e está pronta para entrar na avenida, na sexta-feira (4.9), a partir das 14 horas. O ponto de encontro será, mais uma vez, ali, na Praça Ipiranga, espaço para todas as manifestações por liberdade, melhores condições de vida, e também por uma vida com mais amores e menos preconceitos

PARADA GAY  OSTIPOS NA PAGINA DO E

CIDADANIA

Tudo pronto para a 13ª Parada Gay de Cuiabá

Festa terá shows de Pietra Mello, Stheffani Theto, de Sarah e Lívia e Hendson Santana – além de reforçar campanha contra a homofobia

ENOCK CAVALCANTI
Da Editoria – DIÁRIO DE CUIABÁ

Com o tema “Ame. Viva. Tenha orgulho”, o maior evento do gênero na região pretende trazer cor, alegria e música às ruas do centro de Cuiabá e espera reunir cerca de 4 mil pessoas em prol da luta contra toda forma de preconceito. Esperamos que sejam mais. Que muito heterossexuais libertários reforcem o ato.
Alguns falam em exageros, diante dos homens que ao mesmo tempo parecem mulheres mas na verdade são apenas gays e colocam seus seios, suas bundas, seus beijos escrachados para fora, em exibição pública, nas ruas de nossa cidade. A festa, na verdade, é uma catarse coletiva, uma celebração para valorizar a diversidade e, para atenuar o susto daqueles que ainda preservam suas fobias, contará com um leque de atrações culturais – já confirmadas.
Na relação dos shows, estão as apresentações das cantoras Pietra Mello, Stheffani Theto, da dupla Sarah e Lívia, e do cantor cuiabano Hendson Santana – que irá presentear o público com uma canção autoral inédita intitulada “Ponto Ou Vírgula”, que aborda o preconceito e a temática LGBT.
A rapper Kessdy Kess também está sendo anunciada para, com sua arte, despertar a atenção da população para a luta contra o machismo e o racismo com músicas que apresentam em suas letras a realidade crua de quem os enfrenta, na dura batalha do cotidiano mato-grossense.
O clima festivo é a força motriz para tornar ainda mais vivo o objetivo de defesa dos direitos das pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBTT) em Cuiabá e no estado. Na Parada, a dança ganhará reforço com a performance do grupo Stiletto e das drag queens Elza Brasil, Petilaine Queen, Dani Grazi, Sarah Michigan, Alice Brasil e Nathy Drumont. Além da presença da vencedora do concurso Drag Race, Monyka Houston.
“Estamos todos muito animados com o evento que estamos construindo há meses. Agora é contagem regressiva. A Parada é uma festa, mas também é um grande ato político que traz a marca da irreverência e da alegria, características da população LGBT. Sem contar o mais importante: o combate à intolerância em qualquer espaço”, enfatiza Clóvis Arantes, mestre em Educação e calejado militante do movimento LGBT entre nós.
O evento é uma realização da ONG Livre-Mente e conta com o apoio do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual (CMADS), do Movimento Estudantil, de Sindicatos e do Poder Público. Assim como, da LIBLES e da ASTRAMT de Cuiabá. Em outros anos, teve presença de figuras de destaque da política e da nossa Cultura, como a professora Serys Slhessarenko, a vice-governadora Iracy França, a secretaria de Cultura Janete Riva, a vice prefeita Jacy Proença, a defensora pública Daniele Biancardini e a esposa do Dante das Diretas Já, Thelma de Oliveira. Não há notícia de que a primeira dama de Cuiabá, Virgínia Mendes, ou a primeira dama do Estado, Samira Martins, ou a prefeita de VG, Lucimar Campos, apareçam por lá. A deputada Janaina Riva, no entanto, deve iluminar a avenida com sua loira beleza. Janaina, na defesa das minorias sexuais, tem se revelado uma linda mulher.
SERVIÇO: A concentração para a “13ª Parada da Diversidade Sexual de Cuiabá” será às 14h, na sexta-feira (4-9), na Praça Ipiranga, região central de Capital. Em seguida, o grupo segue em passeata pelas ruas da cidade ao som do DJ Vagner Savion agitando o trio elétrico até a Câmara Municipal – ponto final e local em que será palco das atrações culturais que seguem das 18h30 às 21h.

Legenda
Divulgação
1
A Parada Gay de Cuiabá, com seus tipos e personagens marcantes, acontece nesta sexta, pelo 13º ano consecutivo. Uma demonstração de que, apesar dos pesares, os caretas não dominam completamente esta cidade calorenta.
2
Janaina Riva, deputada estadual, bela e loira, deve ser a única autoridade pública a prestigiar a luta contra a homofobia, este ano, em Cuiabá. As atuais primeiras-damas não se arriscam e preferem pontificar apenas em eventos religiosos.
3
Aos 23 anos, Pietra Mello veio de Minas e agora faz carreira solo como cantora em Cuiabá
4
Cantora Stheffani Theto
5
Hendson Santana (à esq) preparou música inédita para a Parada
6
As irmãs cantoras Sarah e Lívia

Categorias:Cidadania

5 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.7.195.41 - Responder

    Esses que vão lá , vão apenas mostrar sua viadagem e atrapalhar o transito , infernizando a vida ainda mais na calorenta Cuiabá ; os verdadeiros gays , aqueles que respeitam para serem respeitados querem distancia dessa escrotiçe.

    • - IP 189.72.142.193 - Responder

      Pra você falar em nome dos verdadeiros gay, você precisa ser um. Por favor, mude esse pensamento ortodoxo e entenda que isso faz parte da democracia. Entenda que o que você acha que é o correto, na maioria das vezes não o é. Pois não é você que, sozinho, que decidirá o que é ou não melhor ou pior, correto ou errado, para a sociedade.

    • - IP 191.222.15.27 - Responder

      Roberto Ruas fala em nome dos verdadeiros gays. Uau…

  2. - IP 177.41.87.3 - Responder

    debochados,bagunceiros,sem respeito a familia e aos valores básicos da sociedade,porém são assim no mundo inteiro.dão a rosca e sentem orgulho disso,tem gôsto para tudo!

    • - IP 191.222.15.27 - Responder

      Osmir não sente orgulho. Uau…

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

18 − 2 =