gonçalves cordeiro

Greve geral na Cemat a partir de 16 de julho

Trabalhadores aprovam greve geral na Cemat a partir de 16 de julhorabalhadores da Endicon, Enecol, Reluz, Líder e STS, prestadoras de serviço da Cemat-Rede Energia, em assembleias gerais realizadas nos dias 04, 05 e 06/06/12, deliberaram pela deflagração de greve geral por tempo indeterminado a partir do dia 16/07/2012.

Esta decisão dos trabalhadores foi motivada pelo fato das empresas Endicon, Enecol, Líder e STS se recusarem a renovar o Acordo Coletivo de Trabalho e, no caso da Reluz, a empresa não quer celebrar o primeiro ACT.

Durante as assembleias, os representantes do Sindicato informaram que a Entidade Sindical ingressou com medida judicial de protesto para garantia de data-base e manutenção dos direitos e benefícios constantes no Acordo Coletivo de Trabalho 2011/2012 e que em 01/06/2012 a justiça do trabalho deferiu o pedido, garantindo a data-base.

A decisão dos trabalhadores em iniciar a greve a partir de 16/07/2012 tem por objetivo intensificar a mobilização da categoria e a adoção das medidas legais necessárias.

Tal prazo também visa demonstrar que os trabalhadores estão abertos à negociação, visando a celebração de um Acordo Coletivo justo.

De acordo com o secretario geral do sindicato, Edinilson Navarro, caso as negociações não prosperem e a greve aconteça de fato, os trabalhadores se esforçaram para não prejudicar o atendimento a população, já que a greve é contra os patrões da Cemat e não contra a população.

Hegla Oleiniczak/CO Popular com assessoria

Categorias:Cidadania

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    A Grupo Rede veio para Mato Grosso, explorou o povo, explorou o governo ( sempre devendo impostos), explorou os prestadores de servicos e os empregados. Para onde levaram o dinheiro de Mato Grosso. Sera que o Ministerio Publico Estadual e MPF de Mato Grosso nao tem a corragem de fazer o que fizeram no Para, levantaram todas as fraudes cometidas pelo Grupo Rede no Para, o Grupo Rede é persona non grata no Para e aqui em Mato Grosso ainda dao anistia de impostos para a Cemat. Porque?

  2. - Responder

    A minha opinião para solucionar o problema: Tem que haver competividade, acabe com o monopólio façam igual o funcionamento da telefonia….” Deixar na mão de uma só empresa…..pura bucha.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 − 4 =