Silval usou e abusou dos jornais amigos e dos jornalistas amestrados em sua jogada de marketing. Riva desmente que presidente Dilma tenha respaldado projeto do VLT

Primeiro, o promotor Domingos Sávio deixou evidente o desperdício de recursos que vem acontecendo desde que o Governo do Estado resolveu adiar a implantação do BRT. Depois, o próprio deputado Geraldo Riva, presidente da Assembléia, fez um pronunciamento pondo por terra – e se apoiando em informação do próprio governador – a informação de que o VLT já estaria aprovado em Brasilia. Essa aprovação pode até acontecer, num futuro próximo, mas ainda não aconteceu. O que deixou evidente que, ao invés de procurar informar ou esclarecer a população, nossos principais jornais, emissoras de TV e sites não tiveram o menor pudor de atuar como máquina de propaganda do governo Silval. Será que estão faturando para agir assim ou se trata apenas de um torto critério editorial? Qualquer uma das duas hipóteses, é de acabar com o piqui de Goiás!

Categorias:Jogo do Poder

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.90.179.197 - Responder

    Os órgãos de imprensa são intituições que deveriam expressar a verdade para o seu povo.A imprensa era para ser a própria voz do povo. Infelizmente a quetão financeira fala mais alto. Ou seja, Grande parte dos poderosos da mídia não está nem ai para a verdade dos fatos. O que mais importa é o montante a ser pago. O povo que se lasque.

  2. - IP 189.10.67.113 - Responder

    Éder Morais está apenas aplicando a Lei. O VLT é Lei Complementar Municipal de Cuiabá n°150, artigo 11-XII, desde 29 de janeiro de 2007 e nem a Presidente da República, nem Carlos Brito e muito menos Enock Cavalcante podem ir na contramão da Lei.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 × 4 =