Sicko, o documentário de Michael Moore sobre a Saúde nos Estados Unidos. Essa é uma boa oportunidade para assistir este video, no momento em que o Forum Sindical de Mato Grosso luta para recuperar o MT Saúde e livrar seus colegas servidores da ganância dos planos de saúde privados.

A PÁGINA DO E recolheu lá no blog Diário Gauche, e divulga para voce, o inteiro teor do Vídeo-documentário do cineasta norte-americano Michael Moore que, segundo o Cristovam Fell, “fala dos abusos e ganâncias dos planos de saúde privada nos Estados Unidos, sobretudo as manobras sujas para quebrar contratos com os potenciais beneficiários-contratantes, em comparação com o que a acontece em países como a Inglaterra e Cuba, modelos que devem ser seguidos e aperfeiçoados.”

O vídeo dura 123 minutos e é apresentado aqui na íntegra, com legendas em português.

Concordo com o Fell e garanto que “é de grande importancia assistir a esse vídeo”. Isso porque, neste momento, aqui em Mato Grosso,  os sindicalistas do Forum Sindical de Mato Grosso lutam para recuperar o MT Saúde e livrar seus colegas servidores da ganancia dos planos de saúde privados.

É bom lembrar, também que, no Brasil, no início deste ano, cerca de 225 ditos planos de saúde privada foram punidos pelo Governo Federal por burlarem o atendimento aos seus milhões de segurados particulares. São arapucas mortais com o acolhedor nome de “plano de saúde privada”.

O tema da saúde pública acessível a todos e gratuita está, portanto, como destaca o Diário Gauche, na ordem do dia seja no Brasil, seja nos confins da China. Mais uma vez concordo com o Fell: “É uma questão que deve ser politizada e discutida por todos nós, sob pena de nos curvarmos e sucumbirmos à picaretagem horizontal que prospera nos EUA, mas que aqui, no Brasil, não podemos deixar que nos dobre e nos domine.”

com informações do DIÁRIO GAUCHE

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.140.6.44 - Responder

    O Estado, assim como a União e os Municípios tem o dever constitucional de garantir a saúde para todos.

    Não é correto que se gaste o dinheiro do povo para plano de saúde dos servidores, especialmente porque não está sendo garantida a saúde à população em geral.

  2. - IP 201.40.42.68 - Responder

    João, você me parece um direitista deplorável, um puxasaco dos poderosos. fica combatendo beneficios aos pequenos servidores, quando se sabe que governadores, magistrados, promotores e outros grandões do serviço pago contam com toda sorte de beneficios. isso para não falar na aposentadoria dos deputados, ex-governadores, tal e tal.

    • - IP 200.140.6.44 - Responder

      Silvia Maria, não diria que você parece uma ELITISTA deplorável. Você parece apenas uma pessoa equivocada.

      Deve ser bem intencionada, tanto que parece ser contra os benefícios de governadores, magistrados, promotores e outros grandes.

      Você está correta, à Administração Pública cumpre o dever de providenciar saúde para todos, como diz a Constituição Federal.

      Ninguém, exceto se pagar do seu próprio bolso, deve receber tratamento diferenciado, ou seja, qualquer servidor público, do mais alto ao mais humilde, se quiser plano de saúde que pague por sua conta, para que não haja injustiça com aqueles que são submetidos ao SUS.

      Nesta questão de saúde a única medida correta é a melhoria do atendimento pelo SUS, para que todos se beneficiem.

      Quem quer plano de saúde diferenciado que pague do seu bolso.

      Se informe melhor sobre a injustiça a que são submetidos os usuários do SUS e você reconhecerá que não é justo que o Estado pague plano de saúde de nenhum servidor público, pois isso será um privilégio em relação às demais pessoas.

      Além do mais, planos de saúde administrados pelo Estado acaba sendo desvirtuados e descambando em privilégios para uns poucos como realização de cirurgias de redução de estômago para pessoas que nem são obesas mórbidas.

  3. - IP 201.10.174.136 - Responder

    Caros Amigos Advogados e Jurisdicionados “POVO”

    Finalmente apos muita luta da imprensa!! as portas do complexo maruanã abriu! PORÉM como ja tinha dito anteriormente, NÃO e o prédio a questão, mais sim a não prestação jurisdicional! Pois:

    1 – 2º Juizado Cuiabá – Juiz Agamenon – Não se encontra no Gabinete, informação da estagiária que fica anotando números dos processos num papel rsrsrs! e NADA ANDA!.

    2 – 3º Juizado Cuiabá, – Juiza Ana Cristina – Não se encontra no Gabinete, informação estagiário NÃO SABE!.

    2- 1º Juizado Cuiabá – Lúcia Peruffo, Veio mas Saiu! e despacho NADA! acumulando processos do Juiz Hildebrando que se encontra na Turma Recursal – que até agora NÃO mostrou serviço junto a Turma.

    Enfim, abriu as portas MAS CONTINUA A MESMA COISA!!!!!!!!!! TRISTE!!!!!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

18 − onze =