DIZEM QUE É UM GOVERNO MAS JÁ TÁ PARECENDO UM CABARÉ: Secretário da Casa Civil, Paulo Taques, diz que deputado Zeca Viana é “mentiroso”. Zeca Viana rebate dizendo que Paulo Taques é que seria ” um vagabundo”. E assim, o antes imaculado advogado Paulo Taques, vai se enlameando na rotina do poder, desde que resolveu virar bate-pau do seu primo, o governador Zé Pedro Taques, cria de políticos como Zeca Viana que, agora, se diz traído por Zé Pedro Taques. Até onde, Paulo, arrastarão a tua honra?

Zeca Viana, caracterizado como "mentiroso", o governador Zé Pedro Taques, e Paulo Taques que, na história, é citado como "vagabundo". Coisas do PDT em Mato Grosso

Zeca Viana, caracterizado como “mentiroso”, o governador Zé Pedro Taques, e Paulo Taques que, na história, é citado como “vagabundo”. Coisas do PDT em Mato Grosso

Deputado chama secretário de vagabundo e cobra voos de Taques
Parlamentar cita que governador fez viagens sem gastar

CLÁUDIO MORAES
Do FOLHA MAX

O deputado estadual Zeca Viana (PD) fez na manhã desta quarta-feira contundentes ataques de cunho pessoal ao atual secretário-chefe da Casa Civil, o advogado Paulo Taques (PDT). “É inadimissível um secretário irresponsável, que não entende do mundo político, chegar e chamar um deputado de mentiroso na imprensa. Ele que é mentirooso e vagabundo”, disse na tribuna na Assembleia Legislativa.
Presidente estadual do PDT, Zeca Viana entrou em rota de colisão com o governador Pedro Taques (PDT) por causa da eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa onde foi preterido pelo deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), que acabou sendo eleito presidente em fevereiro. A partir dai, Zeca Viana passou a fazer contundentes críticas a gestão pedetista, rebatidas somente nesta semana por Paulo Taques que considerou as declarações como “injustas e mentirosas” numa entrevista ao programa Resumo do Dia (TV Rondon).
Ao chamar o primo do governador de “mentiroso”, Zeca elencou o fato de vários integrantes da atual gestão responderem processos na Justiça. Ele citou nominalmente o pregoeiro da secretaria das Cidades, Edson Monfort, e o assessor chefe da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Alex Sandro Antônio Marega, que respondem respectivamente ações criminais como réus nos casos Braserv e Operação Jurupari. “Está aqui o exemplo do assessor chefe da Sema que é um caboclo mais sujo que pau de galinheiro”, declarou.
Zeca ainda citou o fato da secretária adjunta da Casa Civil, Paola Reis, e o secretário de Cidades, Eduardo Chiletto, que receberam recursos para projetos culturais na ordem de R$ 190 mil e não prestaram contas. “Está debaixo do nariz dele (Paulo) uma secretária condenada a devolver dinheiro ao erário público. Está na secretaria de Cidades um secretário condenado. Será o que é ficha suja para este cidadão?”, questionou.
O parlamentar pedetista afirmou que o secretário da Casa Civil precisa respeitar a opinião da Assembleia Legislativa. “Gostaria de até fazer um apelo aos deputados. Se nos omitirmos, amanhã um secretário desse estará passando por cima de nós. Fomos eleitos pelo cidadão e ele foi nomeado por um cidadão. Não é possível que vamos admitir um secretário abusar do seu posicionamento”, destacou.
O parlamentar lembrou que tem orgulho de ter ajudado a eleger Pedro Taques como governador e ainda cobrou o suporte financeiro dado ao pedetista. “Carreguei o Pedro Taques quatro anos no meu ombro com mais de mil horas voadas sem receber um litro de gasolina. Então, exigo respeito de um vagabundo desse”, disse.
Zeca Viana avisou que analisará ingressar com ação por danos morais contra o secretário. Para ele, “este cidadão pode causar um estrago muito grande e o estrago é do Estado”.
O parlamentar afirmou que tem liberdade para pedir a “cabeça” de qualquer secretário. “Quero que o governador se manifeste sobre o caso até porque desejamos paz e harmonia sem imperialismo”, avisou.
DEFESA DO PAIAGUÁS
O líder do Governo, o deputado estadual Wilson Santos (PSDB), saiu em defesa do secretário Paulo Taques. O parlamentar amenizou a crise citando que as declarações do secretário foram mal interpretadas pelo secretário. “Não houve nenhuma declaração fulanizada. O secretário respondeu porque o secretário ouviu muito durante 90 dias e respondeu”, disse.
O parlamentar tucano citou que pesquisas mostram que a gestão vem sendo aprovada. Segundo Wilson Santos, a medida que mais agrada a sociedade é a escolha de um secretário “novo, limpo e sem vícios”.
Os deputados Oscar Bezerra (PSB), Max Russi (PSB) e Emanuel Pinheiro (PR) também sairam em defesa do secretário. “O respeito é primordial”, disse Bezerra.
O deputado Pedro Satélite (PSD) solicitou a retirada do termo “vagabundo” usado pelo deputado pedetista contra o secretário. O pedido foi acatado pelo deputado Wagner Ramos (PR), que presidia a sessão no momento da plenária.

11 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 191.33.217.26 - Responder

    É muito engraçada a esquerdotralha, ao dizer que o governo do Pedro CONVESCOTE é um cabaré!!!

    Se para eles o governo do Pedro CONVESCOTE é um puteiro, imagine o que dizer do desgoverno da mãe DILMÁ.

  2. - IP 201.24.175.38 - Responder

    A unica observação é o vazamento dos gastos sem contabilidade do governo dito sem macula. Interessante.

  3. - IP 201.24.175.38 - Responder

    A unica observação é o vazamento dos gastos sem contabilidade do governo dito sem macula. Interessante. Eita fogo amigo.

  4. - IP 177.41.94.194 - Responder

    Dizem que nesse velho novo governo não pode haver servidores fichas-sujas… a não ser, claro, que os fichas-sujas sejam aliados desse velho novo governo… Quanta hipocrisia.

  5. - IP 187.58.29.71 - Responder

    Enock,vce transformou seu blog em um pasquim no pior sentido do que esta expressão seja.Raivoso ,tendencioso,chulo,enfim um informativo,que não informa. Ofende,toma as dores de pessoas suspeitas e criminosas (Zé Dirceu,Pedro Henry,Pizzolato,”et caterva”)e, se diz correto e paladino da justiça,quando se revela cada vez mais em um personagem decepcionante e ridículo!

  6. - IP 191.222.118.6 - Responder

    Essa gente se conhece muito bem e estava toda no palanque de Pedro “Traque”. Se fazem afirmações armados de convicção e conhecimento de causa, não serei eu que vou desmentir. Mas eu gosto da elegância, do alto nível e da discrição dessa turma. Pouco mais de dois meses e virou desentendimento de “gambás”…

    • - IP 187.113.47.42 - Responder

      Desentendimento de gambás!! Essa foi boa!! Então está parecendo a Dilma e o Lula brigando por causa do Mercadante???

  7. - IP 177.7.117.38 - Responder

    José , voce matou a pau no comentário.
    Briga de gambás é oque mais vemos na midia nacional diariamente , num triste espetáculo promovido pela trupe daquela que diz que governa o país , junto com aquele que diz por aí que governou o pais.

    • - IP 191.222.118.6 - Responder

      Falar em “gambás” soa como um convite à manifestação para o senhor Ruas. Um gambá de rua… falante, fedorento. Mas é verdade que o governo de Pedro “Traque”, depois do episódio da confissão coletiva, será sempre uma reunião de vagabundos e mentirosos. Enrolaram e tripudiaram do Zeca Viana que pagava toda a despesa do grupo. Isso não é coisa de gambá? Com a palavra o senhor Ruas, especialista no assunto.

  8. - IP 191.222.118.6 - Responder

    Não vou responder ao “José” porque hoje não estou dando trela para Zé Ruela.

  9. - IP 177.17.202.120 - Responder

    Que achincalhamento é esse??? E ninguém vai preso??? São esses daí que estão conduzindo o poder público em nosso Estado??? E vai ficar por isso mesmo??? E nenhum vai processar o outro??? E o Governador não vai tomar nenhuma providência? CADÊ O CEARAZINHO??? CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO???

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

2 × 3 =