TCE - NOVEMBRO 2

Requião reprova postura da mídia ao tratar viagens de ex-presidentes. A Folha de S. Paulo, segundo Requião, “perdoa” tudo que é feito pelo ex-presidente sociólogo, FHC, e persegue Lula, o presidente torneiro mecânico. E esconde o tucano que passeia, pelo mundo afora, falando mal do Brasil e fazendo lobby para o Itaú, para a Ambev, para as telefônicas…VEJA O VIDEO


Ninguém como o senador Roberto Requião para expor o preconceito das elites endinheiradas do Brasil contra Lula e contra o PT. Desempenha com mais eficiência a defesa parlamentar do PT que diversos senadores petistas – e defesa que não evita o confronto, dando nomes aos bois, falando dos empresários que faturam prestígios e contratos às custas dos volteios, mundo afora, de Fernando Henrique Cardoso. Vale conferir o discurso em vídeo. (EC)


Requião reprova postura diferente da mídia ao tratar viagens de ex-presidentes

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) criticou a mídia do país, em discurso nesta segunda-feira (1º), por condenar as viagens internacionais realizadas pela presidente Dilma Rousseff e pelo ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Ele afirmou que os jornais, principalmente a Folha de S. Paulo, reprovam as viagens do ex-presidente petista, mas exalta a mesma prática quando adotada pelo ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso. A mídia, avaliou, tem cumprido “com maestria” seu papel de líder e guia da oposição no país.

– Há os escândalos reais, verdadeiros, que envolvem, por exemplo, os leilões da Agência Nacional do Petróleo, as concessões sem precedentes às empresas de telefonia, a monumental pizza que foi a CPI do Cachoeira, que nos impediu de lançar uma réstia de luz sobre o tenebroso mundo das empreiteiras, a privatização dos portos. Desses escândalos, desses atentados brutais à soberania brasileira a mídia e seu braço parlamentar não querem saber. Eles querem saber das viagens do Lula e da viagem da Dilma ao Vaticano – lamentou.

Requião leu na tribuna artigo publicado no dia 24 de março, no blog do jornalista Luís Nassif, em que o autor, Hugo Carvalho, lista as viagens internacionais de FHC e suas motivações. Sob o título de “As viagens de FHC e Lula e a escandalização seletiva”, o texto aponta que o ex-presidente tucano tem feito viagens custeadas por grandes empresas beneficiadas em seu governo e, em suas palestras, fala mal do país.

De acordo com o artigo, empresas patrocinam palestras do líder político e contribuem com recursos para o instituto que leva seu nome e destina-se a preservar sua memória. Em contrapartida, afirma o texto, a presença do ex-presidente ajuda as empresas patrocinadoras a captar investimentos e ganhar mercados. Essas viagens, no entanto, ressaltou Requião, ganham na grande mídia repercussão diferente das viagens feitas pelo ex-presidente Lula.

– A Folha sugere ao Ministério Público que promova uma ação para alguém devolver gastos indevidos com horas extras de motoristas e deslocamento de funcionários nas embaixadas por onde Lula passou. Mas não se comove com o fato de a estatal paulista Sabesp ter pingado R$ 500 mil na caixinha do Instituto FHC – disse Requião, citando parte do texto publicado no site de Luís Nassif.

O artigo lido pelo senador ressalta ainda que Fernando Henrique, em suas palestras, tem feito críticas duras à política econômica adotada no país. O ex-presidente teria dito durante as viagens que a corrupção cresceu no Brasil, que baixar a taxa de juros pode ter consequências negativas para o país e que avanços implementados em sua gestão não estariam tendo continuidade. A propaganda do país no exterior, então, estaria sendo mais negativa do que positiva.

Na avaliação do senador, a Folha “perdoa” tudo o que é feito pelo ex-presidente sociólogo, mas não dá o mesmo tratamento ao presidente torneiro mecânico. Seria “o medo da aristocracia brasileira do crescimento das classes mais pobres, promovido pelo Lula e ampliado pela presidente Dilma”.

Agência Senado

 

Requião, no plenário do Senado, em momento de alegre descontração com Álvaro Dias, tucano que também é senador pelo Paraná. Na tribuna, Requião tem sido implacável no questionamento dos aparelhos ideológicos que a burguesia brasileira colocou à serviço da desconstrução da imagem do ex-presidente Lula, o primeiro operário eleito para governar o Brasil

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    Lula torneiro mecânico? Trabalhou só 3 anos e,aí como um imcompetente metalúrgico,perdeu um dos dedos,sendo aposentado bem jovem.Opinão de Requião ,sempre foram descabidas,responde por isso por vários processos no Paraná ;onde é conhecido como “MARIA LOUCA “.Ele fala isso, ñ é por que pensa, é por que ele quer irritar alguém do PSDB .

  2. - Responder

    Excellent works of art! This can be the type of data which might be supposed to be contributed on the internet. Humiliation about the get motor for no more time location this upload second! Can occur above along with take a look at this site. Thank you so much Is equal to)

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

9 − seis =