PREFEITURA SANEAMENTO

Remuneração dos conselheiros do Tribunal de Contas parece até modesta diante do que podem ganhar alguns burocratas públicos no Tribunal de Justiça e no Ministério Público de Mato Grosso. O salário bruto dos seis conselheiros em atividade no Pleno do TCE foi igual em agosto: R$ 30.471,11. Isso enquanto a promotora de Tabaporã, Roberta Sanches, teve remuneração bruta de R$ R$ 93.919,95, em julho. O conselheiro Valter Albano, que foi quem mais ganhou em agosto, no TCE, recebeu líquidos R$ 26.892,55. Ou seja, a promotora Roberta, em julho, ficou valendo mais do que três Valter Albano, em agosto. Um promotor do MP, segundo as tabelas consultadas, registra remuneração até quatro vezes superior à de um procurador de contas. CONFIRA AS FOLHAS DE PAGAMENTOS NO TRIBUNAL DE CONTAS

Folha de pagamento dos Conselheiros do Tribunal de Contas MT – agosto de 2015 by Enock Cavalcanti

Folha de pagamento dos Conselheiros Substitutos do Tribunal de Contas MT – Agosto 2015 by Enock Cavalcanti

Folha de pagamento dos procuradores do Tribunal de Contas do MT – agosto de 2015 by Enock Cavalcanti

Folha de pagamento dos servidores do Tribunal de Contas de MT – Agosto de 2015 by Enock Cavalcanti

Válter Albano, a maior remuneração entre os conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso, no mês de agosto de 2015

Válter Albano, a maior remuneração entre os conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso, no mês de agosto de 2015

A remuneração dos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), assim como dos procuradores de contas, entre as pesquisadas na burocracia pública de Mato Grosso, até o momento, por esta PAGINA DO E, desponta – como podemos dizer – como bem mais comportada. Na folha de pagamentos de agosto, no Tribunal, pelo menos, não se constatou nenhum dado estratosférico.

Veja que os conselheiros tem um subsídio bruto estipulado em R$ 30.471,11 e mais uma gratificação de direção de mais R$ 3.291,89, ganhando todos uma remuneração que não ultrapassa o limite do teto constitucional. Procuradores de conta também percebem a mesma remuneração bruta dos conselheiros. Será que não dá pra enquadrar todos os burocratas públicos de Mato Grosso dentro desta forma? O que é que os diferencia?

Na folha de pagamento relativa ao mês de agosto de 2015, o conselheiro Valter Albano foi quem ficou com o maior salário. Mas veja só, enquanto um promotora de Justiça de uma comarca do interior, como a promotora Roberta Sanches, de Tabaporã, teve, em julho, uma remuneração bruta, em seu holerite, de R$ 93.919,95 (isso mesmo, 93 mil, novecentos e dezenove reais e noventa e cinco centavos), o conselheiro Valter Albano recebeu, em agosto, uma remuneração liquida de R$ 26.892,55 (isso mesmo, vinte e seis mil, oitocentos e noventa e dois reais e cinquenta e cinco centavos).

Os conselheiros Waldir Teis, atual presidente do Tribunal de Contas, e Campos Neto, notável por suceder ao próprio pai nesta função, ficaram com a menor remuneração liquida em agosto, recebendo R$ 21.520,87.

Ou seja, feita uma conta simples, à luz do que se pode ver na folha de pagamento de julho do MPE-MT, divulgada pelo próprio MP, a promotora de Tabaporã, na relação dos salários pagos à atual burocracia pública de Mato ficou valendo mais do que três Valter Albanos.

Vale registrar também que, entre os portais de transparência dos órgãos até agora pesquisados, o do TCE é o que oferece aos cidadãos maior facilidade na localização dos dados relativos à remuneração de conselheiros, procuradores e servidores. Com apenas quatro cliques se chega as informações desejadas.​ Pena que muitos poucos cidadãos e cidadãs façam esse conferência.

Folha de Pagamento Do Ministério Público do Estado de Mato Grosso – Procuradores e promotores de Justiça -… by Enock Cavalcanti

Folha de pagamento de desembargadores e juízes do TJ-MT – julho de 2015 by Enock Cavalcanti

Folha de Pagamento de Magistrados e Servidores da Justiça do Trabalho em Mato Grosso – Julho de 2015 by Enock Cavalcanti

Folha de pagamento dos servidores do Tribunal de Justiça de MT – julho de 2015 by Enock Cavalcanti

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.10.24.184 - Responder

    Sabe de nada, inocente!

  2. - IP 177.17.207.8 - Responder

    Voce acha que é só isso ? Enock, ou vce é muito inocente ou é muito bobò chera- chera.Tem escritórios de contabilidade em Cuiabá, que sabem muito mais que vce, onde e como, dizem, as Excelências complementam o maior salário publico de MT,o holerite é só um detalhe legalista para disfarçar.Todos os conselheiros moram em aptos próprios,em predios de alto luxo ou em condominios fechados,em mansões também próprias, a maioria têm fazendas,no plural mesmo,3 ou mais carros de alto luxo,só com salário de 30 paus?Faz me rir o que andas dizendo……

  3. - IP 189.59.33.44 - Responder

    É evidente que as afirmações acima são apenas ilações de falatório popular e não se referem a todas as excelencias,apenas a minoria ,sendo que a maioria vive apenas com seus salarios e em residencias simples.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

nove − 2 =