PREFEITURA SANEAMENTO

Protógenes busca adesões para criar CPI da PF. “É preciso abrir a caixa-preta da Polícia Federal”, defende

Protógenes busca adesões para criar CPI da PF

Deputado, que é também delegado federal, promete abrir o que chama de “caixa-preta” da instituição; iniciativa confronta o diretor-geral Leandro Daiello Coimbra, que teve um conflito direto com Protógenes durante a Operação Satiagraha; agentes pedem reestruturação da carreira e dizem estar sendo sabotados por delegados

Brasil 247

“É preciso abrir a caixa-preta da Polícia Federal”. Com essas palavras, o deputado Protógenes Queiroz (PC do B/SP), que é também delegado, anunciou nesta quinta-feira a coleta de assinaturas para a instalação de uma CPI da PF na Câmara dos Deputados. O deputado afirma que há um clima de guerra na instituição entre agentes e delegados federais. A CPI, se vier a ser instalada, investigará ainda supostos desmandos da atual administração, comandada pelo delegado Leandro Daiello Coimbra.

Protógenes conta com o apoio da Federação Nacional dos Policiais Federais. “É preciso reestruturar urgentemente as carreiras internas da PF”, diz Francisco Garisto, ex-presidente da Fenapef. “Hoje, o clima entre agentes e delegados é tenso e vai acabar morrendo gente lá dentro”, avisa.

Recentemente, uma longa greve, que durou quase um mês, paralisou diversas atividades da Polícia Federal. Agentes e papiloscopistas pedem a reestruturação das carreiras e dizem estar sendo sabotados pelos delegados federais.

Com a CPI, Protógenes poderá também se vingar do atual diretor-geral, Leandro Coimbra. À época da Operação Satiagraha, que projetou o delegado, Coimbra foi responsável pelas investigações internas contra Protógenes, que foi acusado de fraude processual no caso

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 186.213.224.85 - Responder

    O protógenes foi muito perseguido dentro da PF mas está devendo uma atuação de maior destaque em Brasília.

Deixe uma resposta para silvia maria    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 + 13 =